TOP10 Torres Medievais Mais Altas da Toscana

As torres medievais existiram por todas as cidades da Itália. Eram símbolos de poder, e a família que tinha a torre mais alta, era a mais rica e poderosa da cidade. San Gimignano é conhecida por ser a “Manhattan italiana” devido as suas 14 torres, mas no seu período de ouro tinha mais de 70 delas! Florença, durante o século XIII, tinha mais de 300 torres e Lucca mais de 250! Poucas sobreviveram aos séculos e hoje, com a diminuição da altura para quase todas, elas se confundem entre os palácios da cidade. 

 


Fiz uma lista das torres mais altas da Toscana e muitas delas são abertas à visitação! Um ótimo ponto panorâmico onde fazer belas fotos! Prepare seus cambitos para subir degraus!!!

 

10. Torre Guinigi, 44 metros, Lucca

A Família Guinigi foi desde 1200 uma das mais influentes e ricas famílias de Lucca. Esta era uma das tantas torres construídas pela família dentro dos muros da cidade, e uma das poucas a sobreviver aos séculos. Construída no início de 1300, tem a particularidade do jardim suspenso com 4 árvores de carvalho.
É possível visitar a torre subindo os 230 degraus e pagando o ticket de 4 euros. Mais info aqui.

 

9. Torre dell’Orologio, 50 metros, Lucca

Sua função, desde a sua construção no século XIV, era de informar as horas. Primeiro somente com o toque de sinos e mais tarde com um verdadeiro relógio. O mecanismo que vemos hoje é de 1754 e é possível vê-lo de perto ao subir os 207 degraus até seu topo. Ticket 4 euros, mais info aqui.

8. Torre Grossa, 54 metros, San Gimignano

Não poderia faltar nesta lista uma representante da Cidade das Torres mais amada dos turistas! A Torre Grossa, ou Torre del Podestà é a mais alta das 14 torres de San Gimignano e a única visitável. São 196 degraus. Ingresso acumulativo com o Museu Civil, 6 euros. Mais info aqui.

7. Torre de Pisa, 56 metros

A torre mais famosa da Itália, meta de tantos turistas que inventam mil modos de fazer a famosa foto segurando a torre! A torre de Pisa é o campanário do Duomo e desde o início da sua construção já começou a inclinar-se [saiba mais aqui]. Para subir na torre (300 degraus) é aconselhável reservar antecipadamente pelo site. O ingresso custa 18 euros e a visita dura cerca de 30 minutos. Mais info aqui.

6. Torre Volognana, 57 metros, Florença

A Torre do Palazzo del Bargello, já existia antes mesmo do início da construção do palácio, em 1255. O seu sino, apelidado pelos fiorentinos de “la montanina”, tocava quando uma pena capital estava para ser executada no pátio interno do palácio. Hoje o sino toca somente em 2 ocasiões: na virada do século e em caso de calamidade pública, como por exemplo a enchente do Rio Arno de 1966.
Da esquerda pra direita: Torre Volognana, Campanário Badia Fiorentina e Torre di Arnolfo

5. Campanário da Badia Fiorentina, 70 metros, Florença

Construído entre 1310 e 1330, com base hexagonal. É o exemplo mais gótico da cidade, com terminação cuspidada, e janelas duplas finas e altas. Neste campanário teve início o livro “Inferno” de Dan Brown.

4. Campanário do Duomo de Siena, 72 metros

Uma das torres mais antigas desta lista, construída durante a última metade de 1200 em estilo românico (janelas com arcos a semi-círculo), mas com uma terminação gótica (cúspide de base octogonal).

3. Torre de Giotto, 85 metros, Florença

O Campanário do Duomo de Florença foi projetado e iniciado a ser construído por Giotto, o mais importante artista de época medieval. Giotto esteve no comando da construção do Duomo entre 1334 e 1337, quando morreu, deixando somente o primeiro andar da torre construída. Ela foi completada por Francesco Talenti que aboliu a terminação cuspidal de 30 metros projetada por Giotto, que teria elevado a altura total do campanário para 110-115 metros.
Para visitar a Torre de Giotto é necessário comprar o ticket de 10 euros que te dá direito a visitar também a Cúpula de Brunelleschi e o Batistério. Mais info para visita aqui.

2. Torre del Mangia, 87 metros, Siena

É a torre do palácio público de Siena, localizado na Piazza del Campo. Foi construída na primeira metade de 1300. Embora seja mais alta que o Campanário do Duomo, sua base está apoiada sobre um terreno mais baixo, assim sendo, ao observar o skyline de Siena as duas torres, que simbolizam o poder terreno e divino, estão em equilíbrio.
O ingresso para subir na Torre custa 10 euros, mais info aqui.

1. Torre de Arnolfo, 95 metros, Firenze

A torre do Palazzo Vecchio é a mais alta da Toscana e a sétima mais alta da Itália! Foi construída por volta de 1310 pelo arquiteto Arnolfo di Cambio aproveitando-se da estrutura de uma torre preexistente da Família Ferraboschi. É possível subir na Torre de Arnolfo (223 degraus), com o pagamento do ticket de 10 euros. Durante a subida é possível ver uma pequena cela chamada de “Alberghetto“, onde foram presos Cosimo il Vecchio de’ Medici e o frei dominicano Savonarola.
Mais info para visita aqui.

 

 

Deixe seu comentário

6 comentários

  1. Dá para fazer uma ponte com as publicações que comparam os arranha-céus contemporâneos! No final fim é uma eterna busca pelo céu. (e ostentação claro)

  2. Elenice Taniolocomentou

    Adoro o Viva Toscana é a oportunidade de viajar, vivenciar todos os dias pela Toscana pela nossa Itália ??

    1. Oi, Elenice! Legal que consigo te levar para passear por aqui! 🙂 Obrigada pela visita e recadinho!!! <3 Baci!

  3. Marlene Pasinato Nizercomentou

    .marlene Pasinato Nizer , minhas visitas na Itália foram inesquecíveis ao qual pretendo visitar novamente !