5 Bate-e-Volta que Valem a Pena de Florença

Os passeios bate-e-volta são uma boa opção para conhecer melhor uma RegiãoFlorença está muito bem localizada geograficamente e muito bem interligada seja por via ferroviária que rodoviária, por isto é uma boa “cidade-base” para estes tipos de passeios! As cidades que selecionei como “vale a pena” são as que ficam em um raio de cerca 100 Km de Florença ou seja, que você não gaste mais de 1h30 de viagem por trecho. Minhas sugestões são unicamente de cidades Toscanas, pois acredito que cada capital (Roma, Bolonha, Veneza, Milão…) merece uma visita com uma ou mais noites e não deveriam ser visitadas em bate-e-volta. Combinado?! 😉 

bate-e-vota-de-florenca

As informações deste artigo são exclusivamente sobre o transporte, como chegar em cada cidade. Para saber mais sobre cada uma delas – o que fazer, onde comer – entre nos links correspondentes!
Pisa é uma cidade bem interligada com Florença via ferroviária. Existem várias corridas por dia, mais de uma por hora, a viagem dura cerca de 1 hora e custa por volta de 8,50 euros o trecho. Indo de carro, pela estrada FI-PI-LI (não pedagiada), a duração é exatamente a mesma, mas a vantagem é que de carro você consegue chegar diretamente na Piazza dei Miracoli, onde encontra-se a famosa Torre de Pisa. Em vez, de trem, chegando à estação são cerca de 25 minutos à pé até a Torre, ou 18 minutos em ônibus (Linhas 2, 4 ou 13).
Ir à Lucca de trem ou de carro é muito fácil! A estação fica logo em frente à um dos portais de entrada da muralha que circunda o centro histórico. Só fique atento pois existem muitas opções de viagem que pode durar de 1h20 à 2h30 com ou sem troca de trem! A cada hora, tem a partida de dois trens, sendo um rápido e outro lento. Valores também mudam bastante, de 7,50 à 11,50 euros. Se for de carro, a viagem é pela Autostrada A11 (pedagiada), e dura 1 hora.
 
Se você optar pelo carro, é possível fazer Pisa e Lucca em um único dia, pois as duas cidades distam somente 20Km, 30 minutos.
 
É possível ir de trem à Siena, mas eu não recomendo por vários motivos: a viagem dura de 1h30 a 1h45, em alguns casos tem que trocar de trem em Empoli, enquanto que a viagem de carro ou ônibus dura menos. A estação fica longe do centro, a uma distância de cerca 25 minutos de caminhada em subida, ou em 10 minutos com as linhas 3 ou 10. Não é prático. Para ir de carro, deve-se pegar a estrada FI-SI, são 75Km, em 1h10 e você pode estacionar o carro ao redor do centro histórico.
De ônibus a viagem leva de 1h15  a 1h45 minutos, com saída da Estação Rodoviária da SITA e frequência de 2 ônibus por hora. A parada final em Siena fica em um ponto central, Piazza Antonio Gramsci, e prática para para visitar o centro.
Aqui as nossas opções são somente duas: carro ou ônibus. Com o carro a viagem é sempre mais prática, dura cerca de 1 hora pela estrada FI-SI, saída Poggibonsi. Em ônibus a viagem dura de 1h20 a 2h e tem que trocar de linha na parada de Poggibonsi. Os ônibus saem da estação rodoviária SITA ao lado da Estação central de trem de SMN, com frequência de cerca 1 por hora. A parada final em San Gimignano é prática, em frente à uma das entradas para o centro histórico.
Se você optar pelo carro, é possível fazer Siena e San Gimignano em um único dia, pois as duas cidades distam 42Km, 45 minutos.
Arezzo é muito bem interligada seja em carro que trem. Neste caso, assim como Lucca, eu digo que vale à pena de fato usar o trem, pois a viagem dura tanto quanto em carro e a estação fica muito bem localizada, facilitando a vida do turista! A viagem de trem dura de 1h à 1h35, com frequência de 2 trens por hora, e custa na média 8,50 euros. Com o carro a viagem dura 1h05 pela Autostrada A1 (pedagiada) direção Roma, pegue a saída “Arezzo”. O ônibus não vale à pena, pois você obrigatoriamente tem que ir à Siena e de lá pegar um outro ônibus à Arezzo.
 
Se você optar pelo carro, é possível fazer Arezzo e Cortona em um único dia, pois as duas cidades distam 28Km, 40 minutos.
 
Links Úteis
Para pesquisar passagens de trens: www.trenitalia.it
Para pesquisar passagens de ônibus: www.busfox.com/timetable/
Este artigo fez parte de uma blogagem coletiva! Veja também outros bate-e-voltas que valem à pena à partir de: Roma, Bolonha, Veneza e Milão!

Deixe seu comentário

13 comentários

  1. Para mim está faltando conhecer Arezzo, mas já vou colocar na lista para a próxima vez.
    Bjs

  2. Isacomentou

    Me deu muitas saudades de Pisa. Morei lá por 1 ano..

  3. Olá,Babo!Quero te dizer que seu blog e snaps me animaram a vir pra Toscana. Estou baseada em Florença e fazendo os bate e volta que vc recomenda. Hj fizemos San Gimignano e Siena,amanhã tentaremos Lucca e Pisa.
    Adorei os snaps da feira de vinho, demais!

  4. M helenacomentou

    Gostei e quero compartilhar

  5. hellencomentou

    Gostaria de saber se compensa visitar vinhedos em março em Toscana e qual você indica?

    1. Olá, Hellen! Neste mês as folhas estão começando a brotar, então, ainda não terá a paisagem totalmente verde. Mas sempre vale à pena visitar os vinhedos e vinícolas da Toscana! Março ainda está friozinho, época ideal para degustar vinhos tintos! 😉 Abraços e obrigada pela visita!

  6. Tania Caetanocomentou

    Amei Itália mas não conheço Florença pretendo conhecer!❤️❤️

  7. Laura Maittocomentou

    Belíssima opção 🚙 ! Viajar bem cedo! Estradas não pedagiadas ! Ir mais de uma vez!

  8. Kallynacomentou

    Oi, Babi! Adorei as dicas.
    Viajo pra Itália em Outubro e devo seguir suas dicas de tour na Toscana 🙂
    Me disseram que é época de colheita da uva. Vc indica algum passeio em especial?
    Já agradeço!

    1. Oi, Kallyana!
      A colheita das uvas começa na segunda quinzena de setembro e pode se estender até a primeira quinzena de outubro. É um período legal para passear pelas zonas vinícolas do Chianti ou Montalcino, Montepulciano. Porém, muitas vinícolas fecham as visitas pois é um período delicado… As grandes, tipo Antinori, Frescobaldi, Biondi Santi ficam abertas. reserve a visita pelo site ou email! 😉

  9. marcio silvacomentou

    Olá, que legal essas dicas, hein?!

    Teremos 4 noites em Florença em julho.
    Pretendo deixar um dia pelo menos para conhecer Val D’orcia e conhecer San Gimignano, você teria algum roteiro para que eu possa fazer.
    Obs: hotel já está reservado em Florença, que chego por Nápoles de manhã cedo, e no último dia irei pra Roma, em aéreo, no meio dia. Muito, muito obrigado.

    1. Oi, Marcio! Bom saber que oo Viva Toscana está ajudando no planejamento das suas férias! Você pode conhecer Siena no mesmo dia que fizer San Gimignano. Para a Val d’Orcia vai um dia todo, pois é uma região mais longe de Florença. Os demais dias te aconselho curtir Florença que tem mta coisa pra ver! Abraços!