O quê Fazer em Firenze num Dia de Chuva

Se você está planejando sua viagem para a Itália nos meses invernais, saiba que a possibilidade de você se deparar com a maior inimiga do turista é grande… O inverno na Itália como um todo é marcado com muitas chuvas. Outono é sempre uma caixinha de surpresas, já peguei estações lindas de céu azul e outras feias e úmidas! Mas e aí… O que fazer em Florença se pegar um dia chato de chuva??? Tranquilos que Florença é uma cidade rica de atrações! Preparei algumas sugestões pra você:

firenze-pioggia

Museus de Arte
Verdade que Florença é um museu a céu aberto, mas as estátuas originais das que você vê nas ruas estão dentro dos museus, além, claro, de dezenas de outras obras que sem dúvida vale à pena ver! Separei para você algumas sugestões de Museus destacando suas principais atrações:
Galleria degli Uffizi visto do Rio Arno

Galleria degli Uffizi – O principal museu de Firenze e da Itália, construído entre 1560 e 1580 por Giorgio Vasari originalmente para abrigar os escritórios administrativos da Toscana. Recentemente reformado, teve seu espaço praticamente duplicado, organizado em dois andares. Aqui você encontra as principais produções artísticas de: Giotto, Piero della Francesca, Beato Angelico, Filippo Lippi, Botticelli, Leonardo, Raffaello, Michelangelo, Caravaggio entre outros. – Ingresso 6,50€

Corridoio dei Prigioni e o David de Michelangelo – Galleria dell’Accademia

Galleria della Accademia – É um museu pequeno, com somente um andar, mas que abriga uma grandiosa obra com 4 metros de altura!!! Quem poderia ser se não o original do David de Michelangelo!?! Ele está bem ali, junto dos seus “irmãos” i Prigioni, maravilhosas esculturas não acabadas do grande mestre renascentista. O museu foi construído especialmente para abrigar o David que foi transportado ali em 1873. – Ingresso 6,50€

Corte interna do palácio do Bargello, Bacco de Michelangelo e David de Donatello

Museo del BargelloVia del Proconsolo 4 – É o maior museu de artes aplicadas – maiólicas, tapeçarias, jóias, utensílios domésticos – do mundo e contém importantes estátuas renascentistas de Michelangelo, Donatello, Verrochio,  Gianbologna entre outros. Fiz um artigo com as obras imperdíveis do museu, para ler, clique AQUI. – Ingresso 4€

Palácios
São dois os palácios principais de Florença que valem uma visita:
Palazzo PittiPiazza Pitti – Construído durante o século XV, projeto de Bruneleschi encomendado por Luca Pitti, um poderoso e rico banqueiro rival da Família Medici que futuramente compraria e ampliaria o edifício. Também foi a residência da Família Lorena, Savoia e de Napoleão Bonaparte. Com o bilhete para o Palácio, é possível visitar: Galleria Palatina com obras de Raffaello, Tiziano, Caravaggio, entre outros; Appartamenti Reali com ambientes mobiliados da época dos Lorena; Galleria di Arte Moderna com obras do neoclássico ao romanticismo.
palazzo-pitti_sala-do-trono
Palazzo Vecchio Piazza della Signoria –  Antiga residência dos Medici antes que se mudassem para o Palazzo Pitti. Atualmente é a sede do prefeito de Firenze e de um museu onde é possível visitar salas onde estão expostas obras de Michelangelo, Donatello, Verrochio, Giorgio Vasari, entre outros. O ambiente mais famoso é o grandioso Salone del Cinquecento, realizada em 1494 à pedido de Savonarola para abrigar o Consiglio Maggiore formado, à propósito, por 500 membros.
Residências Senhoris 
Muito menos conhecidos são estes museus que reconstroem com móveis originais e obras de arte, uma típica casa senhoril de outros tempos. Um jeito diferente de ver arte e história! São eles:

Palazzo Davanzati – Típico edifício-torre medieval construído na metade do século XIV para ser a residência da Família Davizzi, mais tarde adquirida pela família Davanzati. Em 1904, foi comprado pelo colecionista Elia Volpi que o transformou em um museu da Antiga Casa Fiorentina, com móveis e obras de arte que reconstroem uma típica casa fiorentina. – Ingresso 2€.


Casa HorneVia de’ Benci 6 – Horne foi um arquiteto e colecionista inglês que no início do século passado comprou o Palácio Corsi nas proximidades do Rio Arno para abrigar a sua coleção de obras de arte de Giotto, Masaccio, Filipino Lipi, Giambologna. O Museu mantém os seus móveis dos séculos XII à XVII expostos entre os ambientes como queria Horne, reproduzindo sala, quarto e cozinha. – Ingresso 6€ inteiro, 4€ reduzido.
museo-casa-horne-2
Compras
Como muitos já devem saber, na Itália como um todo não existem muitos shoppings, ainda mais no centro da cidade! As lojas ficam todas com frente para as ruas, mas num dia de chuva passear entre as vitrines pode ser… hummm…. úmido. rs! Por sorte em Firenze temos duas grandes lojas de departamentos que podem salvar seu dia de comprinhas! 🙂

Coin – Via del Calzaiuoli 56r – São 4 andares de loja com produtos para casa, acessórios, perfumaria, roupas masculinas, femininas, infantis e lingerie. Aqui você encontra as marcas: Calvin Klein, Desigual, Emporio Armani, Hugo Boss, Levi’s, Moschino, MaxMara, MissSixty, Trussardi Jeans, Mango, Disel, Pinko, Ferré, entre outros.

La Rinascente – Piazza della Repubblica – São 5 andares de loja com lingerie, perfumaria e acessórios, roupas femininas, roupas masculinas, artigos para casa e no último andar tem um bar cafeteria com uma linda vista da cidade! Aqui você encontra as marcas: Esprit, Armani Jeans, DKNY, Guess Jeans, Just Cavalli, Love Moschino, M Missoni, Pinko, Red Valentino, Tommy, Trussardi, Hugo Boss, Zegna Sport, Versace.

Museus de Moda
Firenze tem uma grande ligação com a moda, aliás, dizem que a alta moda italiana nasceu próprio aqui, em 1951 com o desfile de Giovanni Battista Giorgini. É a cidade natal de Salvatore Ferragamo, Roberto Cavalli, Gucci, Emilio Pucci, entre outros. E como não poderia faltar, aqui estão os museus de moda:


Museo Salvatore FerragamoVia dei Tornabuoni 2 – Apresenta toda a produção artística deste expoente da moda “made in Italy” de 1926 até 1960, ano de sua morte, além de uma exposição especial de calçados. – Ingresso 6€

Galleria del Costume Piazza Pitti – Considerado o único museu de história da moda na Itália e um dos mais importantes do mundo, reúne uma ampla coleção de vestidos do século XVIII até os dias de hoje. – Ingresso 7€

museo-gucci
Museo GucciPiazza della Signoria 10 – O museu se divide em 3 andares organizados por tema: “Sala Viaggio”, dedicada à exposição de baús, malas e acessórios; Segundo andar, mundo floral, vestidos de noite e bolsas; terceiro andar, Logomania, mocassino e lifestyle. – Ingresso 6€

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

8 comentários

  1. Oi, Tati! Que legal que o Blog está sendo útil pra sua viagem! Firenze é uma delícia vc vai adorar!!! Baci e aproveite muito!!!

  2. Olá, Babi!

    Estou indo para Firenze, onde passarei três semanas estudando italiano (desculpa que arranjei para viajar e conhecer essa encantadora região!). Seu blog e esteve post já estão nos favoritos! Sou jornalista de moda e você pode imaginar minha empolgação para conhecer esses museus todos e tudo mais que a Toscana oferece! <3

  3. Olá, Anônimo! Os meses de inverno costumam ser chuvosos sim, mas quando o tempo é bom e o sol de inverno brilha no céu azul e reflete nas casas de pedra com reflexos alaranjados, é a coisa mais linda!!! Cada período do ano tem a sua beleza! 😉 Baci e obrigada pela visita! 😉

  4. AvatarAnônimocomentou

    Olá! Gostaria de saber se em novembro chove muito?? Estamos programando nossa viagem e pensamos em ir no mes de novembro.

  5. Pois é… Nem me fale! Em dias de inverno com sol eu fico que nem girassol! haha! Baci! 😉

  6. Babi, excelentes dicas para esses dias cinzentos, snif… Quero sol. BAcione, D

  7. Oi, Sandra! Tem que voltar sim pra conhecer tudo!!! Obrigada pela visita! Baci.

  8. Puxa, tenho que voltar mesmo a Firenze. Não fui tomar café no último andar do La Rinascente e nem conheci os museus da moda! Comprando passagem, e de preferência só de ida.
    Muito bom artigo. Parabéns