Tradição de Páscoa em Florença

O domingo de Páscoa reserva uma atração especial para os turistas que se encontrarem em Firenze! O “Scoppio del Carro” – “A Explosão da Carruagem” – é uma festa folclórica originária do século XI. Sua história é muito interessante, sobretudo como ela se desenvolveu ao longo dos séculos.



O “Scoppio del Carro” é uma festa em comemoração à conquista de Jerusalém por Pazzino de’ Pazzi no ano de 1099. No dia de Páscoa, uma corda é esticada entre o altar e a porta do Duomo, onde se encontra a carruagem equipada com fogos de artifício. Ao som do canto da Glória, um foguete em forma de pomba é aceso no altar do Duomo. Guiado pela corda, o “fogo sagrado” –  acendido pelas faíscas das pedras sagradas do Santo Sepulcro – voa até a carruagem, acende os fogos de artifício e volta ao altar.

Para contar a origem deste evento devemos voltar aos tempos da Primeira Cruzada. O ano era 1099, quando o exército liderado por Godofredo de Bouillon tomou Jerusalém com a ajuda de mais 2500 soldados fiorentinos liderados por Pazzino de’Pazzi. Na volta à Firenze, o exército foi recebido com uma grande festa, e em reconhecimento à importante ajuda de de’ Pazzi, Godofredo lhe presenteou com três pedras do Santo Sepulcro de Cristo. 

A partir do final do século XII, no Sábado Santo, deu-se inicio ao costume de acender as velas da igreja com as fagulhas desprendidas pelo atrito das pedras trazidas de Jerusalém. O fogo era levado ao Duomo, de onde era distribuído para os cidadãos. Com o passar dos anos, o belo porta-chamas de 1450 – decorado ao topo com uma pomba de asas abertas – foi substituído por uma carruagem ricamente decorada, que gradualmente foi enriquecida com tochas, foguetes e fogos de artifício.


O primeiro “Scoppio del Carro” foi registrado por volta do ano 1515-1520. Na época, o “voo” da pomba sem tropeços significava para os camponeses bons auspícios para a colheita do ano.

A carruagem atual pertence ao ano de 1765 e foi encomendada pela família de’ Pazzi. É toda entalhada em madeira, possui 11 metros de altura e sua forma lembra muito os carros armados medievais. No seu topo estão presentes 4 bandeirinhas (originalmente 3) com o escudo de Firenze, o escudo da Família de’ Pazzi, da Arte della Lana e da ONU, que se abrem ao final do espetáculo de fogos de artifício. Durante todo o ano a carruagem permanece guardada na Porta al Prato, e somente na manhã de Páscoa é transportada por bois e acompanhada da tradicional procissão com o desfile de vestimentas da época até a frente do Duomo. 

Deixe seu comentário

1 comentário

  1. ilmacomentou

    Muito interessante.
    Grata pelos esclarecimentos.