Você sabe quem foi Dante Alighieri?

“Um poeta!” – você deve ter respondido! Isso mesmo, ou como era definido no seu tempo: um artista que diz as palavras em rima, uma definição digamos muito mais…. poética! 😉 Mas Dante Alighieri era muito mais que um poeta, também foi um político ativo na sua cidade natal, Florença, e, acreditem ou não, um guerreiro! Tá, talvez “guerreiro” seja um pouco exagerado como palavra a ser associada a “poeta”, mas vou contar melhor para você (brevemente) neste artigo como tudo aconteceu…
dante-01

 

Dante menino
Neste ano de 2015 comemora-se os 750 anos de nascimento do “sumo poeta”! Dante nasceu em Florença em 1265 em uma família de “media-nobiltà”, ou como diríamos hoje em dia, “classe média”. Não temos muitas notícias sobre a sua infância, mas é certo que Dante teve acesso aos estudos e que com apenas 12 anos (como de costume da época) foi prometido esposo de Gemma Donati. Pois é, Dante nunca se casou com sua eterna amada e musa inspiradora Beatrice, o nome de mulher que costumamos associar ao poeta fiorentino… Beatrice Portinari se casou com Simone de’ Bardi, importante banqueiro de Florença, e morreu ainda muito jovem em 1290.
Museu Casa de Dante, Florença – não é a verdadeira casa de Dante, mas ele morava nos arredores.
Dante guerreiro
Durante a Idade Média (XI-XIII), Florença e toda a Itália vivem uma eterna guerra entre duas facções: os Guelfos e Guibelinos. O primeiro é à favor do poder do Papa sobre a Itália, representados de modo geral pela nova burguesia, enquanto que o segundo é à favor do poder do Imperador, representados pelos nobres. Dante era um guelfo e em 1289 participa da Batalha de Campaldino, quando os Guelfos vencem definitivamente os Guibelinos de Florença.
Dante político
Com a derrota definitiva dos Guibelinos, a classe burguesa por consequência aumenta o seu poder na política. Uma das principais mudanças foi a possibilidade de acesso ao poder à todos que fossem inscritos à uma Arte, em outras palavras, à um sindicato. Dante se inscreveu na Arte dos Médicos e Boticários e em 1300 ocupou o maior cargo político da cidade: foi Priore, um tipo de prefeito. No entanto, uma decisão errada de Dante o fez perder a confiança de seus aliados e durante uma viagem à Roma ele é condenado ao exílio de Florença.
Florença no tempo de Dante: a cidade passava por uma grande transformação, com a construção da nova e última muralha, do Duomo de Santa Maria del Fiore e do Palazzo Vecchio.
Dante poeta
A principal obra literária de Dante Alighieri foi escrita justamente durante o seu exílio. A “Divina Comédia”, conta a viagem imaginária de Dante pelos 3 mundos do além – Inferno, Purgatório e Paraíso – guiado na primeira parte pelo poeta italiano do século I a.C. Virgílio e no Paraíso pela amada Beatrice. Uma curiosidade: inicialmente sua obra chamava-se somente “A Comédia”. Quem deu o adjetivo de “divina” foi Giovanni Boccaccio, outro importante poeta toscano que viveu durante o século XIV.
Dante e a Representação da Divida Comedia, Domenico di Michelini, 1465, Duomo di Firenze
Durante todos os anos de sua vida, Dante escreveu poesias em vulgar italiano, a língua mãe do atual italiano. Dante foi um dos primeiros poetas italianos a abandonar o latim pelo vulgar, depois seguido por outros nomes importantes como Petrarca e Boccaccio, por isso é considerado o pai da língua italiana.
Dante morreu em 1321 em Ravenna, cidade da Emilia-Romagna onde até hoje encontra-se o seu túmulo. Florença tentou diversas vezes trazer sua sepultura de volta à sua terra natal, mas em vão. O túmulo de Dante que vemos na Igreja de Santa Croce (Florença), é na verdade somente um monumento em sua homenagem.

Deixe seu comentário

7 comentários

  1. Anônimocomentou

    Muito bom, Babi. Parabéns seu trabalho! Ah! Muito obrigada. Ana Maria

  2. Ótima resenha,Dante é uma figura histórica, seus restos mortais ficaram em Ravena, porque Dante morreu magoado com os florentinos após o exílio.

  3. Olá, Alzir! Que bom que gostou do artigo sobre o Dante! Obrigada por deixar o comentário! Abçs!

  4. Maria Angélica Marsulo Vialtocomentou

    Muito bom trabalho! !gostei muito Parabéns! !alias todas as reportagens que escreveu são ótimas! !sou neta e filha de Italiano!!e apaixonada pela sua cultura e histórias! !!obrigado! !!

  5. Sergio K. Borgesecomentou

    Muito bom… A obra-prima de Dante, A Divina Comédia, não só é uma obra literária de grande valor, mas pode ser lida e interpretada de diversas formas.

    Parabéns.. Seu blog é ótimo Babi..

    Sonho em morar na Itália…