Mercato di Sant’Ambrogio, o Preferido dos Fiorentinos!

Muito se fala do Mercato Centrale di San Lorenzo, meta turística de quem visita Florença. Desde quando foi reformado e ganhou nova vida no mezanino, ele é ainda mais frequentado pelos turistas atraídos pela diversidade de opções. Realmente ali encontramos todas as especialidades da cozinha toscana concentradas em um só lugar, perfeito para quem viaja em busca do turismo gastronômico! Porém, se você quer de fato ver um mercado do dia-a-dia do morador de Florença, deve ir ao Mercato di Sant’Ambrogio!

Os dois mercados mais famosos da cidade (San Lorenzo e Sant’Ambrogio) fazem parte do projeto urbanístico de Giuseppe Poggi, responsável pela renovação da futura capital da Itália, Florença (1865-71). O mercado da cidade até então, era na atual Piazza della Repubblica, que foi completamente requalificada como a vemos hoje. Os dois atuais mercados de Florença foram projetados pelo arquiteto Giuseppe Mengoni com uma moderna estrutura em ferro e vidro.

O Mercato di Sant’Ambrogio fica no bairro de mesmo nome, entre Piazza Santa Croce e Beccaria. Ainda muito habitado pelos fiorentinos, mas também por estudantes da Universidade de Arquitetura que ocupa o antigo convento de Santa Verdiana, já usado como prisão feminina. Por este motivo, os frequentadores do Mercado de Sant’Ambrogio são principalmente seus moradores, e para os turistas visitar o mercado é uma ótima oportunidade para conhecer de perto o quotidiano dos locais!

Ao contrário de San Lorenzo que agora está todo arrumadinho, aqui é feira de verdade, com frutas e verduras direto dos produtores. A ordem é a desordem, a típica beleza da Itália, não é mesmo?! Os comerciantes conhecem pelo nome os seus fregueses cativos e já sabem o que eles procuram. Os restaurantes ao redor, me refiro mais precisamente aos 3 restaurantes do chef Fabio Picchi que são vizinhos do Mercato, compram todas as manhãs os alimentos mais frescos para servir aos seus clientes.

O horário de funcionamento do Mercado é de segunda à sábado somente de manhã, das 7:00 às 14:00. Os boxes dentro do mercado vendem carne, peixe, massa fresca, queijos, grãos e produtos típicos como azeite, salsas de trufa, entre muitas outras coisas! As bancas ao redor do mercado, externamente, vendem frutas, verduras, flores, além de objetos para casa, roupas e acessórios!

Dentro do mercado tem uma das minhas trattorias preferidas da cidade! A Trattoria del Rocco é uma tavola calda; os alimentos estão já preparados e conservados dentro de richôs. As mesas que ficam ao redor são comunitárias para acomodar até 6 pessoas. No menu, que muda continuamente acompanhando as estações do ano, pratos típicos da culinária fiorentina. Os preços são super em conta e as porções não são muito grandes, uma ótima oportunidade para provar a sequência típica italiana: Primi a 4€, secondi a 5€ e contorni a 3€. Os proprietários são o “Amore” e seu filho Paolo. Eu não sei o nome do pai, mas chamo ele de “Amore” porque ele chama todo mundo assim! Ele é uma figura! Sempre divertido almoçar lá! Recomendo muito vocês provarem! (E depois me contem aqui nos comentários o que acharam!)

O vinho da casa vem em garrafão e servido em copo de plástico! Você paga só o que consome! Um dos meu pratos preferidos, a Melanzana a Parmigiana (berinjela)!

Então fica aqui a minha dica: Mercato Sant’Ambrogio é o verdadeiro mercado de Florença! 😉

Deixe seu comentário

10 comentários

  1. Anônimocomentou

    Olá, dá pra comer comida brasileira vivendo na Itália ou sem chance? Sinceramente não gosto mto da comida italiana, só da pizza é claro rs. Dá pra adaptar o cardápio aí e fazer a comida brasileira?
    Aaa e uma pergunta pessoal,rs: Do que vc sente falta do BRA, além da família e amigos?
    PS: adorei seu blog

  2. Oi, Anônimo!
    Como que vc não gosta de comida italiana?!?! Estou chocada! Hahaha! 😀 brincadeira…rs…
    Claro que eu sinto falta da comidinha brasileira! Dá pra matar a saudades de vez em quando fazendo um arroz com feijão em casa, ou indo comer um churrasco num restaurante brasileiro que tem aqui em Firenze! O que eu mais sinto falta na verdade é de comida árabe… ainda não achei nenhum restaurante aqui e a única coisa que sei preparar em casa é kibe de forno!! 🙁
    Bjos e obrigada pela visita e recadinho!

  3. Jane Gomescomentou

    também anotei

  4. Ismael Fischercomentou

    Muito Legal seu Blog,,, quero compartilhar sobre os mercados,,, tem que ir no bonitinho,,, mas claro que tem que ir no Rocco,,, comer com os locais,,a mesa para sei pessoas é muito legal,, ano passado tinha uma estudande brasileira na nossa mesa, estive algumas vezes em Florença e gostaria de indicar um amigo que fiz,, Tratoria Ponte Vechio,, Giancarlo ,, peça finocchio recheado de pera… Grande Abraço,, e Boa Sorte Sempre

  5. Oi, Andrezza! O mercado está aberto de segunda a sábado das 7:00 às 14:00.

  6. Marisacomentou

    SOCORRO.Minha pimeira visita a Florença e ITALIA E DESCOBRI HOJE QUE OS MUSEUS FECHAM SEGUNDA-FEIRA.Agora veja só, chego segunda à tarde, terça feira é primeiro de maio(tudo fechado?)E VOU EMBORA DIA 3 DE MANHÃ. O QUE VOCÊ. PODE ME AJUDAR E SUGERIR PARA QUE MINHA VISITA NÃO SEJA UMA FURADA😥😥😥😥

    1. Oi, Marisa! Como dia 1 de maio é terça, é provável que os museus abram extraordinariamente na segunda! 😉 Caso contrário, leia no blog o artigo “O que fazer em Florença em uma segunda-feira” 😉 Bjos e boa viagem!