Tudo que você precisa saber sobre Alugar Casa na Itália

Já há algum tempo estou devendo para vocês um post contando da minha saga em encontrar um apartamento para alugar em Florença. Tive que descobrir sozinha como tudo funcionava – onde procurar, qual bairro era bom para viver, gastos com contas, contrato de aluguel – e agora compartilho estas informações com vocês!

 
palazzi-piazza-santa-croce

1. Procure uma casa temporária para procurar a casa definitiva

Eu demorei cerca de 1 mês para encontrar o meu apêzinho no centro, depois de muitas ligações e muito andar pelas ruas do bairro de Santa Croce . Inicialmente eu estava hospedada em hotel e depois tive a sorte de encontrar por acaso uma amiga de infância que me alugou um quarto no apê dela, e assim pude procurar com calma a minha casa!

2. Alugar através de agências imobiliárias

Saiba que quando você procura um apartamento/casa para alugar através de uma agência, significa ter que pagar uma taxa de serviço à eles referente ao aluguel de um mês! E este é só o início da montanha de dinheiro que temos que desembolsar no início do aluguel de uma casa…

3. Achar um apê sem pagar taxa da agência

Como fazer isto? Primeira opção mais cômoda é de procurar em sites de anúncios grátis como kijiji.it ou subito.it por apartamentos para alugar e colocar nas opções avançadas de busca a opção “Privato”, ou seja, nada de agência, mas somente contato direto com o proprietário. Outra maneira (menos cômoda) é ir bater perna pelas ruas da cidade em busca de cartaz de “Affittasi” (= aluga-se).

4. Monolocale, Bilocale, Trilocale, que raios é isso?!

Esta é uma nomenclatura usada para definir quantos ambientes tem no apartamento, sem contar o banheiro. Por exemplo, o monolocale é em outras palavras um Kitchenette. Um bilocale é um apê de 2 ambientes, que geralmente é composto de quarto e sala com cozinha aberta. Um trilocale é um apê de 2 quartos e sala com cozinha aberta, ou um apê de um quarto, sala e cozinha fechada. E assim por diante…

5. Que bairro é legal de morar?

De modo geral, todos os bairros de Firenze são bons para morar, com poucas exceções, como a zona ao redor da Estação de SMN, do Mercato Centrale (que é habitado por muitos extracomunitários) e no eixo Via Verdi/Via de’ Benci na Santa Croce que é ocupada por muitos bares e pubs, logo muito barulhenta de noite. No centro histórico de Florença, eu gosto muito dos Bairros de Santo Ambrogio e Santo Spirito. Fora do centro histórico, gosto muito dos bairros Beccaria, Campo di Marte e Porta Romana.

6. Evite contratos “in nero

Considerando que estamos na opção contato direto com o proprietário, é muito provável que ele queira fazer um contrato “in nero”, ou seja, sem registrar oficialmente, Embora o risco deste tipo de contrato seja grande não só para você que aluga, mas também para o proprietário, eu evitaria esta situação insegura. A taxa para registrar o contrato não é tão alta, somente de 2% sobre o valor do aluguel, a ser dividido entre as duas partes. Outro detalhe: sem contrato, não há jeito de pedir a residência, fator importantíssimo para quem vêm em busca de fazer a cidadania italiana.

7. Quais são os tipos de contrato?

Existem 3 tipos de contrato regulares: O mais comum é o contrato de 4 più 4, ou seja 4 anos com renovação automática por mais 4 anos. Neste caso a chamada “disdetta” (=cancelamento) é de 6 meses de antecedência. O contrato de 3 più 2 tem duração de 3 anos com renovação automática de mais 2 anos. Possui algumas facilidades de taxas para o proprietário que devem ser avaliadas e confrontadas entre si por ele. Por fim, o contrato Temporaneo (= temporário) que pode durar de 6 meses à 3 anos para estudantes, ou de 1 à 18 meses para não estudantes.
Saiba mais detalhes dos tipos de contrato [aqui].
Confira alguns modelos de contrato em italiano [aqui]

8. Documentação Necessária

Você irá precisar da sua carta de identidade italiana ou européia. Caso não seja cidadão europeu, além da identidade, precisará do seu Permesso di Soggiorno (visto de permanência na Itália). Também será necessário o Codice Fiscale (tipo CPF), que qualquer pessoa pode tirar em uma Agenzia dell’Entrate. O proprietário tem o direito de pedir ao inquilino um comprovante de renda, que pode ser a sua Declaração de Imposto de Renda ou Busta Paga.

9. Preciso de Fiador?

Não, por sorte não é necessário ter um fiador, mas em compensação é necessário pagar a chamada caparra, um valor calção estabelecido entre 1 à 3 meses de aluguel. Ou seja, no primeiro mês de aluguel, você deve pagar o primeiro mês adiantado + caparra no valor de 1 à 3 meses de aluguel e , caso você tenha alugado através de agência imobiliária, deve pagar mais um mês de aluguel para eles. A caparra serve para cobrir possível inadimplência, ou mesmo despesas com o apartamento caso algo tenha sido danificado durante a sua permanência. Caso não tenha ocorrido nenhuma das situações citadas, a caparra deve ser devolvida integralmente no fim do contrato.

10. E agora, quem paga?

Quem é o responsável por pagar reparações, manutenção, taxas, etc? Existe uma tabela oficial que define as responsabilidades do inquilino e do proprietário. Confira [aqui]. É de responsabilidade do inquilino entregar o apartamento pintado.

Alguns links úteis


Não deixe de ler também:

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

113 comentários

  1. Babi,tenho muitas dúvidas, poderia me ajudar? Não tenho seu e mail.obrigada.

  2. Oi Babi me tira uma dúvida quanto a alguém o que significa apenas referenciado?

  3. Valeu Gabi pela resposta, os sites me ajudo bastante 🙂

  4. Babi, este é o nosso caso também, estamos querendo (eu e meu marido) fazer sozinhos para economizar, mas rola um friozinho na barriga… Se eu puder pegar carona na pergunta do amigo ANÔNIMO, te agradeço muito!
    Abraços, Gláucia.

  5. Oi Karol a Toscana é uma região, não uma cidade (^_^!).
    – Para as oportunidades de trabalho, uma pesquisa empirica pode ser feita, por exemplo, nume site como este: http://www.infojobs.it/ pode se util pra ver quantas vagas de emprego tem nas varias regiões
    Oje (13/01/2016) tem:
    10.290 vagas na Lombardia
    4.717 no Veneto
    4.459 na Emilia – Romagna
    2.517 no Piemonte
    2.281 na Toscana

    Claro que a Lombardia, e a sua capital Milão tem um custo da vida mais alto, porem os salarios são mais altos tambem. Além disso a região metropolitana de Milão tem uma malha de transporte publico muito desenvolvida e é possivel morar nos arredores sem problema, com aluguéis mais baratos. Este tipo de pesquisa é muito genérica, e tambem se a Lombardia oferece mais oportunidades, tudo depende da sua experiência e preparação. Por exemplo, no setor turistico, a Toscana oferece muitas mais vagss que a Lombardia, por óbvios motivos. Vc pode pesquisar tambem num site como http://cercalavoro.monster.it/

    O custo da vida não é tão facil de calcular, e tem uma incrivel quantidade de variáveis que podem mudar o resultado. Um site que ajuda muito é este: http://www.numbeo.com e no detalhe http://www.numbeo.com/cost-of-living/country_result.jsp?country=Italy.

    Vc pode comparar o custo da vida de duas cidades, por exemplo São Paulo e Milão:
    http://www.numbeo.com/cost-of-living/compare_cities.jsp?country1=Brazil&country2=Italy&city1=Sao+Paulo&city2=Milan

    O resultado não é perfeito, por exemplo o bilhete de transporte publico em Milão custa sim 1.50€, mas tem uma validade de 90 minutos, nos quais vc pode mudar meio de transporte ou tembem voltar pra casa se os recados terminaram. Ou a mais, a gasolina hoje é mais barata, 1,35€. Mas da pra ter uma ideia da situação.

  6. Olá Babi, prazer Karol.
    Eu tenho intenção de mora na Itália gostaria de saber sobre o custo de vida e a cidade possui mais oportunidade de emprego, na sua opinião toscana seria a melhor cidade para um inicio de vida na Itália?

  7. AvatarAna Paulacomentou

    Ola Babi, tudo bem?
    gostei muito do seu blog, e de sua coragem de ir atras de seus sonhos. A minha duvida, se puder me ajudar, é sobre como tirar minha cidadania italiana direto na italia, meus documentos ja estao em processo de legalizacao aqui no brasil e estou em duvida se vou sozinho por minha conta ou se vou por um escritorio de SP? O que acha? grata Ana

  8. Oi, Ricardo! Olha… acho que dai vc vai depender da boa vontade do proprietário… Vc pode propor, por exemplo, de dar uma caparra de 3 meses, assim ele ficaria mais tranquilo. Se não conseguir um ape, vc pode inicialmente alugar um quarto (é uma coisa bem comum aqui), e depois de conseguir um emprego, alugar um apê! Te desejo tudo de bom e sucesso nos novos planos! Abraços, feliz 2016!

  9. Oi, Ana! Olha… tudo depende de vc mesma… se vc é do tipo que tira de letra a burocracia, sabe ir atras da informação e seguir orientações, etc, dai te digo de vir sozinha. Se invés se sente insegura, entende pouco italiano, melhor contratar um agente… 😉 continue acompanhando o blog, pois em fevereiro vou publicar um artigo com mais detalhes sobre a cidadania. Abraços e feliz 2016! 😀

  10. Oi, Zotelliv. Para ter a carta de identidade italiana vc precisa morar na Itália e pedir o documento de residência. O tempo que vai levar dependerá do tempo que o vigile vai demorar pra te visitar em casa e verificar que vc de fato vive ali. Não custa nada. Abraços e obrigada pela visita! 🙂