Pienza – A Cidade Utópica do Renascimento

Pienza é conhecida por ser a cidade natal do Papa Pio II, que revolucionou esta cidade,  pela produção de queijo pecorino, tema de uma festa histórica a dizer pouco bizarra, e apelidada de “a cidade do amor”, pelo nome das suas ruas. Pienza é bem pequena, localizada ao sul de Siena, na belíssima região da Val d’Orcia, e é uma ótima opção de passeio para quem fica hospedado em Siena e região.

pienza-11

 
Pienza é o melhor exemplo da utópica ideia Renascentista de criar uma cidade ideal, e o primeiro a colocá-la em prática foi estranhamente um homem religioso, o Papa Pio II. Eneas Silvio Piccolomini, nasceu no então borgo medieval de Corsignano em 1405. Foi o primeiro nascido em terras seneses a tornar-se Papa com o nome de Pio II, em 1458.
No ano seguinte da subida ao papado, encomendou ao Arquiteto Bernardo Rossellino, pupilo do famoso Arquiteto Leon Batista Alberti, a transformação de sua cidade natal: de borgo medieval em cidade renascentista. Corsignano passou então a ser chamada de Pienza, em homenagem à Pio.
Este foi o primeiro projeto urbanístico desde a a antiguidade. Rossellino trabalhou principalmente na zona central do borgo, criando uma organização racional dos espaços e perspectivas de palácios. Se inspirou diretamente no maestro para realizar a fachada do Duomo, que remete ao Templo Malatesiano de Rimini, enquanto que o Palazzo Piccolomini (a direita do Duomo), remete ao Palazzo Rucellai de Florença.
Após visitar estes dois edifícios, o programa é se perder pela ruazinhas da cidade: Via dell’Amore, Via della Fortuna, Via del Bacio, até chegar no mirante, nas costas do Duomo e apreciar a vista para a Val d’Orcia.
A hora do almoço (ou do jantar), está chegando… vamos abrir o apetite experimentando a especialidade da cidade? Você encontra diversas lojas que vendem o Pecorino de Pienza nas suas mais variadas versões: do tradicional, ao trufado ou com pimenta, do fresco ao envelhecido em gruta, envolvido com folhas de nozes ou embebido de vinho. Divirta-se a encontrar o seu preferido!
O Pecorino é também o protagonista da festa bizarra que citei anteriormente. Acontece durante 7 dias, entre Agosto e Setembro, a “Festa do Cacio”. O “cacio” é o outro nome dado ao queijo Pecorino de Pienza. O programa muito variado inclui a premiação ao melhor produtor, apresentação dos sbandieratori, música, degustação e, a parte mais esperada, o Palio (competição), entre as contradas (bairros) de Pienza. Um “jogo” particular e difícil de explicar em poucas palavras… Consiste em fazer rolar um cilindro de queijo cacio dentro de círculos com diferentes pontuações. Só vendo para entender! hehe!
Palio del Calcio – fonte: www.sienafree.it
Como chegar
Pienza fica a 53 Km ao sul de Siena que você percorre em aproximadamente 1 hora. Você pode combinar à este passeio a visita às cidades de San Quirico d’Orcia ou Montechiello.
Se você tem como base Florença para fazer seus passeios, acho Pienza muito longe para encarar um bate-e-volta. São 120 Km que você percorre em cerca de 1h40 se usar a autostrada A1.
Onde comer 
Meu restaurante preferido da cidade é o Trattoria la Chiocciola, que fica logo fora do borgo, confirmando a minha teoria de que para comer bem é necessário se afastar dos pontos de grande interesse turístico. Se você for durante o verão, aproveite a área externa com mesas rodeadas de plantas e flores, ás sombras de toldos. Se for durante o inverno, vai curtir uma sala aquecida com lareira e decorada de modo muito familiar, que te faz sentir em casa! Atendimento nota 10. Ahhhh…sim…o menu… segue o tradicional e é tudo bom do antipasto ao dolce. Tem uma sessão especial de pratos à base de Pecorino que é o must! Preços justos.
 
 
Tem a ver
Se você já visitou ou pretende visitar Siena, dentro do Duomo não deixe de visitar outro ambiente ligado ao Papa Pio II, a Bibliotecca Picolomini. Foi construída e decorada no fim do século 15, após a sua morte, a mando do seu sobrinho e futuro Papa Pio III. Os afrescos de cores vivas e acesas que cobrem as paredes são de autoria de Pinturricchio, com a ajuda do jovem Rafael Sanzio!

Deixe seu comentário

2 comentários

  1. Linda cidade em um lindo vale (para mim, a parte mais bela da Toscana). Uma outra boa dica de restaurante também é o Baccus L'Osteria.

  2. Nelson previtalicomentou

    Lugar fantástico, o melhor de minha vida.
    Espero poder voltar em breve.
    Já estou sentindo saudades.
    Abraços
    Nelson Previtali