10 Filmes Italianos Imperdíveis

Dos clássicos aos contemporâneos, do drama à comédia, dos famosos aos menos conhecidos. Os filmes de produção italiana pode nos ensinar muito sobre a cultura e costume deste país. Esta é a lista dos meus filmes italianos preferidos que você deveria ver ao menos uma vez na vida!



Made in Italy
Embora seja um filme da década de 60, ainda é uma ótima referência para conhecer a essência dos costumes da sociedade italiana. O filme não tem uma sequência cronológica. São cerca de 30 cenas independentes divididas em 5 temas: "Uso e Costume", "As Mulheres", "O Trabalho", "O Estado a Igreja e o Cidadão" e "A Família".
Dirigido por Nanni Loy em 1965 com vários atores importantes da época, como Alberto Sordi e Aldo Fabrizzi ambientado em diversas cidades italianas como Roma, Firenze, Napoli e Torino.
Qualquer semelhança com o Brasil, é pura coincidência...rs...
No YouTube tem o filme completo.




Miseria e Nobiltà
Um dos melhores filmes de Totò, um cômico napoletano da década de 50-60 que fez e ainda faz muita gente rir! Eu só vim conhecer seus filmes aqui na Itália e virei fã! Não sei se vocês encontram no Brasil a versão traduzida, mas pra quem entende italiano (com aquele sotaque napoletando todo especial) no youtube tem alguns filmes completos! :)
"Miséria e Nobreza" é um filme de 1954 dirigido por Mario Mattòli, inspirado na obra teatral de 1888 de Eduardo Scarpetta. Sophia Loren faz parte do elenco.
No YouTube tem o filme completo.




Il Postino
É um daqueles filmes que a gente se apaixona, sabe? Se apaixona pelos personagens, pela coluna sonora, pelas paisagens... A história é ambientada no verão de 1952, quando o comunista e poeta chileno Pablo Neruda é exilado de seu país e acolhido por uma pequena e pobre ilha de pescadores do sul da Itália. O protagonista é Mario, um dos poucos alfabetos da ilha que é encarregado de levar correspondências à Pablo. Com o passar do tempo a relação de amizade entre eles cresce, Mario aprende sobre poesia e usa delas para conquistar a sua amada Beatrice.
O Filme é de 1994, inspirado no romance Ardiente Paciencia do escritor chileno Antonio Skarmeta, dirigido por Michael Radford, ganhou o Oscar de 96 pela melhor coluna sonora.
Massimo Troisi, ator que interpreta o protagonista, morreu por problemas cardíacos apenas 12 horas após o fim das gravações deste filme que foi considerado o seu testamento.




Fantozzi in Paradiso
Fantozzi é o nome do personagem de Paolo Villaggio que protagoniza uma série de 10 filmes tragicômicos entre as décadas de 70 e 90. Um mito que representa o italiano de classe média.
"Fantozzi no Paraíso" talvez seja o filme mais melancólico de todos: uma reflexão da vida e da morte e sua relação com a religião. Temas profundos e filosóficos, mas sobre o comando de Fantozzi fica tudo muito divertido!



Io Non Ho Paura
Assisti à este filme em uma das minhas aulas de italiano no Brasil e me apaixonei pela história! Chegando na Itália, li o livro de Niccolò Ammaniti que foi muito bem adaptado ao cinema.
"Eu Não Tenho Medo" conta a história de Michele, um menino de 10 anos que vive em um vilarejo rural muito pobre do interior da Sicília. Em um dia de brincadeiras com os amigos descobre por acidente um buraco que esconde um mistério. Sua cabeça criativa e pura de um garoto de 10 anos imagina diversas histórias sobre o que pode estar escondido naquele buraco, até que ele descobre a triste verdade que o leva ao mundo dos "gente grande". Eu acho fantástico! Adoro!



Amici Miei - Come Tutto Ebbe Inizio 
A trilogia de Amici Miei foi um grande sucesso do cinema italiano das décadas de 70 e 80. Conta a história de 4 inseparáveis amigos de infância fiorentinos  que enfrentam a crise dos 50 anos fazendo diversos trotes e brincadeiras com quem tivesse a infelicidade de cruzar o seu caminho.
A versão contemporânea de "Meus Amigos - Como tudo teve início" de 2011 não faz parte da trilogia original. A história é a mesma, mas se passa em época renascentista de Firenze. Os atores são cômicos muito famosos na Itália e dá para dar boas risadas, mas foi um filme muito criticado, dizendo ter fim comercial e não artístico. Bom, para quem viu a trilogia original, deve parecer mesmo um grande "besteirol italiano", mas acho que vale a pena por poder imaginar Firenze renascentista, com figurino da época e participação de personagens da história da cidade. Além do quê, rir também é bom!




La Dolce Vita
O filme italiano por excelência! Dispensa apresentações... ;)



Benvenuti al Sud
Este foi o primeiro filme italiano que assisti em um cinema de Firenze! Ele mostra as diferenças culturais e de costumes entre Norte e Sul da Itália de maneira muito cômica. É um remake do filme francês Bienvenue chez les Ch'tis (A Riviera não é Aqui). O ator principal, Claudio Bisio interpreta um diretor dos correios italianos que é transferido da sede de Milão para um pequena cidade do Sul da Itália chamada Castellabate. Todos os estereótipos dos "terrone" (italianos do sul) com o tempo vão caindo até Alberto se ver indiscutivelmente apaixonado pelo estilo de vida do Sul Italiano! Um filme hilariante! Melhor ver legendado, pois é um pouco difícil entender o sotaque do sul.
Para quem curtiu o filme e quiser ver mais, foi feito a sequencia "Benvenuti al Nord".



La Vita è Bella
Lembrarei sempre deste filme como o concorrente ao Oscar de melhor filme estrangeiro contra o nosso brasileiro Central do Brasil. Na época fiquei tão decepcionada da nossa querida Fernanda Montenegro não ter levado a estatueta pro Brasil, que passaram-se anos até eu finalmente assistir "A Vida é Bela". Bem... o que dizer... é realmente uma obra prima! Foi uma triste coincidência termos que concorrer justamente com um dos melhores filmes de Benigni... Se você ainda carrega esta mágoa do Oscar, deixa pra lá e veja o filme, que vale a pena!!!



Un Americano a Roma
O protagonista deste filme é Nando, um eterno sonhador à olhos abertos que conhece o mundo Americano através dos filmes Hollywoodianos da década de 50. Convencido de que um dia atravessará o Oceano Atlântico, Nando começa a americanizar a sua própria vida deixando todos ao seu redor loucos com as situações bizarras que ele provoca. Uma das cenas clássicas é o "ataque ao macarrão" quando ele diz: "Maccarone, m'hai provocato e io ti distruggo adesso, maccarone! Io me te magno...!".
Alberto Sordi, ator e cômico romano muito aclamado na Itália, interpreta o protagonista. Direção de Steno, lançado em 1954.


Criei esta lista com base na minha opinião pessoal com o intuito de sugerir bons filmes que agreguem informação e conhecimento sobre a cultura e costumes italianos. Não estão apresentados em uma ordem específica. Espero que tenham gostado das dicas e se tiver alguma sugestão de filme italiano que viu e gostou muito (ou menos) conte pra gente! :)


5 comentários:

  1. Oi Babi!
    Precisooooooo acrescentar mais um filme à sua lista!! :D Assisti esses dias e AMEI!! Chama "Angústia e êxtase" e conta a história de conflito entre Michelangelo e o Papa Julio II durante a pintura do teto da Capela Sistina. Maravilhoso e imperdível para quem, como eu, está organizando sua ida lá.
    Com certeza verei com outros olhos!
    Bjos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camilla! Obrigada pela indicação de mais um filme! Esse eu ainda não assisti! Vou procurar, pois realmente parece muito interessante!!! :) Baci!

      Excluir
  2. Agonia e Êxtase não é um filme italiano. É americano.

    ResponderExcluir
  3. La grande bellezza, vencedor do Óscar: Melhor filme estrangeiro
    É realmente um bom filme ;)

    ResponderExcluir

Este espaço é dedicado à você, leitor do Viva Toscana!
Comentários, dúvidas, sugestões e dicas são muito bem vindos!
O seu comentário passará por aprovação antes de publicado para evitar span e todos são respondidos! :)

 

Siga no Facebook

Siga no Instagram

Instagram

Arquivo do Blog