História e Tradição no Chianti

Entre tantas lembranças da minha infância, uma das mais marcantes (e também mais distantes) é a visita de domingo à mercearia do meu avô sempre acompanhada de uma barra de chocolate Lolo. Como bom comerciante português, a Mercearia São Roque do Seu Alberto e Dona Judith era conhecida em todo o bairro dos Jardins de São Paulo. Infelizmente, o seu destino foi igual ao de tantos outros pequenos comerciantes que foram obrigados a fechar supridos pelas grandes e modernas redes de lojas e supermercados. Na Itália ainda é possível encontrar o comércio de bairro que pertencem às mesmas famílias há gerações. A história e a tradição são muito valorizadas e apreciadas pelos italianos, não somente quando falamos de arte e arquitetura mas também quando o assunto é culinária. 
Na região do Chianti, território entre Firenze e Siena onde um dos vinhos toscanos mais famosos é produzido, existem dois açougues muito tradicionais que atingiram fama internacional pelas deliciosas iguarias produzidas que vão muito além de carne crua por quilo. Aliás, esqueça que trata-se de açougues, pois estes locais são únicos!
Antica Macelleria Falorni

Estamos em Greve in Chianti, a primeira cidade da zona do Chianti para quem sai de Firenze em direção à Siena. A vida desta cidade está concentrada na grande praça principal, Piazza Giacomo Matteotti, cercada por pórticos que abrigam restaurantes, bares, cafés, lojas e onde há séculos encontra-se a famosa Antica Macelleria Falorni.
Ao entrar na loja uma explosão de aromas irá invadir suas narinas. Será quase possível sentir o sabor somente pelo cheiro. Salames, presuntos e queijos estão por todos os lados, forrando paredes e teto. Este é o local ideal para comprar as especialidades da região. A produção utiliza somente carne de criação própria e raça local, elaborada com o acréscimo do vinho Chianti Classico e ervas aromáticas.
Porão onde são armazenados os queijos
Há poucos meses a Falorni disponibilizou aos seus clientes a possibilidade de degustar suas especialidades no próprio local. Estive neste fim de semana em Greve para conferir a nova proposta de serviço. O sistema é self-service: escolha o que deseja no menu, vá ao caixa, pague e com o ticket peça no balcão o seu pedido. Para acompanhar uma tábua de frios, nada melhor que vinho e aqui entra um sistema bem diferente e divertido! Existem 4 máquinas dosadoras de vinho que lhe permitem servir-se sozinho com a utilização de um cartão pré-pago. São cerca de 20 etiquetas à escolha para uma dose degustação ou meio copo. O preço varia entre €2,50 e €5,50. As mesas ficam eu um terraço coberto voltado para a praça.
Tábua de frios “di Lorenzo” 7€ (pequena) – 13€ (grande)
Antica Macelleria Cecchini
Localiza-se na parte baixa de Panzano in Chianti, onde há mais de 250 anos a família Cecchini construiu sua tradição na elaboração da carne bovina. Dario Cecchini, à frente do negócio há mais de 38 anos, levou o nome da família à fama mundial desenvolvendo seu trabalho com muita paixão e alegria. Tem o curioso costume de recitar versos de Dante enquanto trabalha! Sempre presente no açougue recebe os clientes com sorriso e bom humor, principalmente se forem brasileiros como seu braço direito Cido que há 10 anos trabalha ao lado de Dario. Na loja os clientes são recebidos com um especial benvenuto: vinho e uma mesa onde degustar algumas das especialidades da casa. 
Teraço Dario Doc
Dario Cecchini propõe 3 maneiras de abordar a degustação da carne que provém de criação própria. São 3 restaurantes: Dario Doc (para os menos gulosos), Solociccia (para os gulosos) e Officina della Bistecca (para os super gulosos).
Sala da Officina della Bistecca
Dario Doc oferece 3 opções no menu que joga com o conceito de fast-food de qualidade: MacDario (10€), SuperDario (15€) e Accoglienza (20€). Solociccia oferece um menu fixo à 30€ com 6 pratos de carne feitos com diferentes partes do boi, acompanhados de verduras da estação. Officina della Bistecca é um menu fixo à 50€ que propõe pratos com carne crua e as nobre bistecas à Fiorentina, à Pansaneze e a Costata.  Preços honestos e qualidade garantida!
MacDario
Adoro ir no Dário por vários motivos: primeiro porque a recepção é sempre calorosa, segundo pela qualidade e honestidade do que é servido, terceiro pela atmosfera do lugar! Como arquiteta, não poderia deixar de reparar no modo como os restaurantes foram decorados. A estrutura, como não poderia deixar de ser, é antiga e foi valorizado o seu aspecto rústico. Utilizando mobiliários neutros combinados com peças de design coloridos e a iluminação ideal, o resultado do contraste de estilos criou uma atmosfera moderna sem deixar que o cliente se esqueça que está na Toscana. 
Mesa de degustação
Loja do açougue

Deixe seu comentário

8 comentários

  1. Já tive o prazer de aproveitar um almoço de domingo na Officina della Bistecca do Dario Cechinni… Simplesmente maravilhoso… lembranças que não se apagarão tão cedo…

  2. Anônimocomentou

    Estaremos na Toscana agora em abril, somos 4 amigas, e gostaríamos muito de fazer umas aulas rápidas de cozinha toscana. Ficaremos num agriturismo em Greve in Chianti por 3 dias e se você souber nos indicar algo bem divertido e básico na região agradecemos. Ivete

  3. Oi, Ivete! Tenho uma boa indicação pra vcs! Me mande um email para conversarmos melhor! Bjs

  4. Edvaldo Moraescomentou

    Maravilhoso, estou indo conhecer em Maio chianti, Toscana e a minha casa.

  5. Leopoldocomentou

    A Toscana…….a Itália, tudo maravilhoso!!!

  6. Carlos Gomescomentou

    Olá Babi, Seu blog foi um tremendo “achado”. Eu e minha esposa Rosa vamos estar nesta região agora em Abril e iremos visitar o Dario e o Il Vescovino. grato e parabéns pelo trabalho.
    Carlos Gomes, Indaiatuba-SP

    1. Oi, Carlos! Que bacana, fico feliz! Obrigada por deixar seu comentário!!! 🙂 Abraços e boa viagem!