Salvatore Ferragamo – Entre Arte e Moda

Salvatore Ferragamo é um nome que deve ser imediatamente associado ao mundo dos sapatos e ao glamour do cinema americano dos anos 20. Sua história de vida é incrível, com  um precoce empreendedorismo, determinação em perseguir um sonho e, claro, muito sucesso! Pude conhecer melhor Salvatore Ferragamo e sua paixão, os sapatos femininos, durante uma visita aos escritórios do Palácio Spini-Ferroni em Florença. Uma oportunidade graças à minha participação ao “Blogs&Crafts” para a mostra Artigianato e Palazzo

salvatore-ferragamo-11


Eu e os outros 9 bloggers selecionados de 2016 fomos recebidos pela simpática Francesca Piani em uma sala muito especial do Palácio Ferragamo, primeiro pela beleza da decoração barroca de fim de 1600 e segundo pois era aqui que ficava o “formarino“, o arquivo de formas em madeira dos pés mais ilustres do mundo do cinema e de famílias reais. Francesca nos contou brevemente a história de Salvatore Ferragamo e das suas inovações na produção de sapatos.

salvatore-ferragamo-01


Talento Prodígio

Salvatore nasceu em 1898 em Bonito, uma cidadezinha do interior da Campania com pouco mais de 2 mil habitantes. É o 11° de 14 filhos de uma família com condições financeiras suficiente para oferecer estudos somente ao primogênito. Desde pequeno Salvatore se interessou pelos sapatos e costumava visitar o sapateiro da cidade para observá-lo enquanto trabalhava. Aos 9 anos fez seu primeiro sapato! Um presente à irmã que ia fazer a Primeira Comunhão, mas, sem dinheiro, os pais não podiam comprar um sapato à filha.

salvatore-ferragamo-07
Sapato de Marilyn Monroe, era um dos preferidos dela. Este da foto foi de fato usado por ela!

Antes dos 15 anos Salvatore já possuía o seu negócio próprio em Nápoles! Mas sonhava mais alto e decidiu se mudar para os Estados Unidos onde alguns dos seus irmão já moravam. Em Boston teve a experiência de trabalhar em uma fábrica de sapatos e conhecer a produção em larga escala, mas não é isto que ele almeja, então, convence os seus irmãos a se mudar para Santa Barbara, onde está nascendo o mundo cinematográfico!

salvatore-ferragamo-08
Salvatore Ferragamo sempre inovou no uso de materiais, reinventando si mesmo conforme as dificuldades políticas e econômicas do período fascista impediam e atrapalhavam o seu modo tradicional de trabalhar. Este modelo usa um material inusitado para a produção de sapatos, a renda típica de Tavernelle, cidade próxima à Florença, e foi feito especialmente para Ana Magnani, mas também conquistou os pés de Sofia Loren.

O Sapateiro das Estrelas

Em Santa Bárbara abriu uma pequena loja de conserto e criação de sapatos sob medida e estudou anatomia na Faculdade da Califórnia. O objetivo de Ferragamo era de criar sapatos bonitos, mas sem deixar de lado o conforto. Aqui, a sorte dá um empurrãozinho na carreira de Salvatore: um conhecido do seu irmão trabalhava com entregas dentro dos sets cinematográficos e, aproveitando desta oportunidade, Salvatore entrega à ele uma bota masculina para ser levada ao figurinista de um filme west. O conforto dos sapatos Ferragamo conquista os atores!
Durante o período fascista houve a autarquia, quando não era permitido o comércio exterior. Salvatore Ferragamo se viu sem a possibilidade de importar o metal que constituía parte importante para o conforto de seus sapatos, que davam sustento à curva do pé. Então teve a grande ideia: fechar completamente o espaço entre o salto e a parte da frente, e assim foi inventado o salto anabela! Ferragamo usou um material italianíssimo, a cortiça da Sardenha, que era ao mesmo tempo resistente e leve. No início as mulheres não aceitaram facilmente a novidade, mas o tempo se confirmou uma invenção de sucesso!
Durante o período fascista houve a autarquia, quando não era permitido o comércio exterior. Salvatore Ferragamo se viu sem a possibilidade de importar o metal que constituía parte importante para o conforto de seus sapatos, que davam sustento à curva do pé. Então teve a grande ideia: fechar completamente o espaço entre o salto e a parte da frente, e assim foi inventado o salto anabela! Ferragamo usou um material italianíssimo, a cortiça da Sardenha, que era ao mesmo tempo resistente e leve. No início as mulheres não aceitaram facilmente a novidade, mas o tempo se confirmou uma invenção de sucesso!
Mais tarde o centro cinematográfico se muda para Hollywood, onde Salvatore se encontra à partir de 1923 com a loja “Hollywood Boot Shop”, conquistando de vez os americanos desfrutando da imagem classicista italiana. Antes da grande crise de 1929, Salvatore Ferragamo decide voltar para a Itália, mas desta vez firma residência em outra cidade…
salvatore-ferragamo-10
Exposição “Tra Arte e Moda”

Florença, a Capital Européia da Cultura

Em 1927 a história de Salvatore Ferragamo se entrelaça com a de Florença, cidade famosa não somente pela cultura e arte, mas pela tradição do trabalho em couro e a qualidade dos seus artesãos. Abriu uma pequena loja e devagar começa a conquistar também a clientela italiana. Em 1938 conseguiu comprar finalmente o inteiro Palácio medieval Spini-Ferroni, nas margens do Rio Arno, até hoje a sede dos escritórios e endereço do Museu Ferragamo.
salvatore-ferragamo-05
Exposição “Tra Arte e Moda”

“Entre a Arte e a Moda”

Começou hoje, 19 de Maio, no Museu Ferragamo a exposição “Tra Arte e Moda” que mostra como a arte de diversas épocas influenciou não somente as criações de Salvatore Ferragamo, mas outros estilistas como Yves Saint Laurent na criação de peças icônicas da história da moda. Eu estive ontem na inauguração da mostra à convite de “Artigianato e Palazzo” para conferir em antemão a exposição!

babi-e-consuelo
Consuelo Blocker – www.consueloblog.com – não poderia deixar de estar presente neste evento! Um agradecimento especial ao fotógrafo Gugliemo de’ Micheli. Grazie!
Todos os anos a Fundação Ferragamo organiza uma nova mostra, e este ano a exposição “Tra Arte e Moda” estará em cartaz até dia 07 de Abril de 2017, das 10:00 às 19:30, ingresso 6 euros.

Deixe seu comentário

1 comentário