8 Dicas para Turistas em Firenze

1. Esqueça o ônibus!
Firenze é pequena e praticamente todas as atrações turísticas estão localizadas no centro, podendo ser alcançadas a pé facilmente.

2. Mas caso use ônibus…
Você só precisará do ônibus para ir até o Piazzale Michelangelo (com o número 13 partindo da Estação Santa Maria Novella) ou se quiser ir até Fiesole (com o número 7 da Piazza San Marco). Compre os tickets nos Tabacchi ou bancas de jornal por 1,20 euro cada e não diretamente com o motorista do ônibus que custa muito mais caro (2 euros)! Se você viaja em grupo ou até mesmo em dois, prefira o biglietto da 4 corse (4,80 euros) que são tickets múltiplos. Não esqueça de validar seu ticket carimbando-o ao entrar no ônibus! Para mais informações sobre as linhas, visite o site da Ataf.

Ao comprar seu bilhete, preste atenção à qual estação você chega. Firenze é pequena, mas possui acredite ou não mais de 4 estações de trem! A principal delas é a Santa Maria Novella, que é a mais central. Prefira chegar e sair por ela.

4. Atenção às bicicletas!!!

Em Firenze, a probabilidade que você seja atropelado por uma bicicleta é muito maior do que por um carro. É comum turistas distraídos com a cidade serem surpreendidos por um ciclista apressado. Por isso, antes de atravessar uma rua (mesmo ela sendo exclusivamente para pedestre) ou mudar bruscamente de direção ao caminhar, olhe para um lado, para o outro, pra trás e pra frente, ninguém quer se machucar nas férias!

Mateo Renzi quando era prefeito de Firenze, andando de bicicleta tranquilamente pela Piazza Duomo

5. Almoce no horário da casa da vovó

A grande maioria os restaurantes fecham a cozinha entre o almoço e o jantar. “Mas todos fazem isso, qual é a novidade?!”, você deve esta pensando. O problema é que o horário de almoço é bem restrito, das 12:00 às 14:30, no máximo em alguns casos até às 15:00. Mas você corre o risco de escutar que seu prato escolhido acabou! Depois deste horário, só panini, tramezzini, pizza ou Mc Donald’s…. Programe-se.

Atrações onde se encontra uma enorme fila: Cúpula do Duomo, Uffizi e Accademia, principalmente no verão. Existe a possibilidade de fazer a reserva de tickets para os museus on-line e com isso evitar filas. Não deu tempo de reservar? Esqueceu? Só há uma solução, já dizia meu avô: “Chi dorme non pesca pesce!” Acorde cedo e comece o dia por uma destas atrações. O horário de abertura dos museus e da cúpula do Duomo é às 8:30. Os museus estão fechados na segunda. A Cúpula fecha no Domingo.

7. Fazendo compras longe da muvuca
Uma opção de rua de comércio que foge da confusão do centro e que oferece uma visão do quotidiano fiorentino é a Via Gioberti. Fica a cerca de 10-15 minutos a pé do Duomo. Já a rua que se percorre até chegar nela é cheia de lojinhas interessantes! Para citar alguns nomes, na Gioberti você encontra a Calzedonia, Tezenis, Intimissimi, Oviesse, Upim, Beneton, Carpisa… Mas atenção: essas lojas fecham no horário de almoço (entre 13:00 e 15:00)!

8. Troque o jantar por uma Apericena econômica
Aperitivo (que depois foi rebatizado de Apericena) é muito comum nos bares de Firenze. Pagando-se uma bebida (entre 8 e 10 euros) você tem acesso à um buffê de comidinhas muito boas! Saladas, pizzas, queijos, massas e até mesmo risottos são algumas das opções. Uma verdadeira cena (jantar)!

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

14 comentários

  1. Oi Babi! Adorei suas dicas! Vou com minha mãe para Florença em outubro, ficaremos 3 dias. Quero ir até o Piazzale Michelangelo no fim da tarde do último dia. Eu não entendi como funciona o ônibus. Dá para comprar 1 bilhete com 4 viagens e usar em duas pessoas?

  2. AvatarAnônimocomentou

    Estou a programar uma ida a Florença para abril, adorei as suas dicas muito obrigada pela partilha. Bjs

  3. Olá, Alexandre! Sua programação para os 2o, 3o e 4o dia, ok. Montepulciano e Chianti no mesmo dia não dá… Acredito que o turismo enogastronômico deva ser feito com calma e tranquilidade, sem pressa para conhecer a próxima cidade. Concentre-se nas cidades do Chianti, ou em Montalcino. A melhor maneira para girar em Firenze é com o carro. Mas quando vocês vão conhecer Firenze? ;P Abraços

  4. AvatarAnônimocomentou

    Olá. Retornaremos à Firenze em maio deste ano. Em 4 dias, o que dá para fazer? Gostaria de conhecer em 1 dia Chianti e Montepulciano, no 2º dia Siena e San Gimmignano, 3º dia Luca e Pisa e no 4º dia Verona. É possível? Qual a melhor maneira de conhecer estes lugares? Alugar carro(não estou muito afim), ônibus ou de trem?
    Nos ajude. Abs.
    Alexandre.