Colhendo Uvas no Chianti

Quem me acompanha no Instagram e Facebook, viu que esta semana pude vivenciar uma experiência que desde que cheguei à Itália morro de vontade de participar: a vendemmia, ou seja, a colheita de uvas! E o mais legal é que não foi em um lugar qualquer, mas em uma vinícola do Chianti que tem mais de 250 anos de tradição e produz vinhos de alto nível que podemos comparar ao Sassicaia, Ornellaia e Solaia, os supertoscanos mais conhecidos no mundo!
vendemmia-2014_11

O Castello dei Rampolla nasce em 1739 em uma vale conhecida como “conchiglia d’oro” (concha de ouro), próxima à cidade de Panzano na zona do Chianti, o território entre Firenze e Siena que produz o vinho Chianti Classico.
A ideia era participar o dia inteiro da colheita, mas o tempo incerto acabou nos atrapalhando de manhã e chegamos à vinícola após o almoço. O dia que havia amanhecido cinza e úmido foi aos poucos dando espaço ao céu azul! 🙂 Almoçamos na Macelleria Cecchini no centrinho de Panzano e à 1:30 já estávamos entre as uvas!
A colheita já havia iniciado há alguns dias. A propriedade dos Rampolla tem 42 hectares dos quais 35 cultivados. As principais uvas são a Sangiovese, Cabernet Souvignon, Merlot e Petit Verdot. A colheita é feita completamente manual por cerca de 20 pessoas, incluindo os proprietários Maurizia e Luca que arregaçam as mangas e trabalham lado à lado com os ajudantes!
A colheita do dia era de Cabernet Souvignon
Não são colhidos todos os cachos. Eles fazem uma seleção pela posição que nasceram – se de um ramo principal ou secundário – e também pelo gosto, se está azeda não é colhida. Ou seja, quem colhe passa o dia inteiro experimentando uva!
Infelizmente não passamos muito tempo entre as vinhas, pois ainda tínhamos que conhecer toda a propriedade e por fim fazer o “sacrifício” de degustar os vinhos (o que na verdade foi só uma desculpa, pois conhecemos o Castello dei Rampolla muito bem! rs! Temos algumas garrafas na nossa cantina! hehe)
Modelito de colheita: calça legging, bota velha, camisão jeans do namorado!
O núcleo principal da propriedade é do século XIII, organizado em uma espécie de praça com a casa de pedra, uma capela, o poço central, vasos de cerâmica com flores, trepadeiras, tudo coberto pela sombra da grande árvore! Enquanto caminhava pra este lugar mágico, dos sonhos, me senti transportada pra outra época! A paz e tranquilidade dão vontade de não sair mais de lá! Fiz infinitas fotos de todos os ângulos! Vejam mais no álbum do Facebook!

 

Quem nos recebeu e acompanhou no tour pela propriedade foi a Valentina. Muito simpática e atenciosa com a gente, teve paciência para responder às nossas inúmeras perguntas!
As uvas que chegam nos engradados passam por uma maquina que limpa e separa as uvas do ramo.
Esta é a fase de maturação do vinho, feito em tonéis de carvalho francês.
O vinho precisa de ao menos 3 anos de repouso nestas barricas de carvalho.
A última fase de maturação do vinho prevê um mínimo de 3 meses em garrafa.
O cultivo e a produção da vinícola desde 1994 é biodinâmica, ou seja, utilizam apenas fertilizantes e inseticidas naturais e seguem o calendário lunar para as várias fases de produção do vinho. Os sulfitos presentes  são em pequena quantidade e de produção natural durante a fermentação do vinho. Importante dizer que eles também não compram uva ou vinho de outros produtores.
 
 
A produção anual chega a 90 mil garrafas e são três as principais etiquetas:
Chianti Classico 90% Sangiovese, 5% Cabernet Souvignon e 5% Merlot (€13)
Sammarco, Toscano IGT, 90% Cabernet Souvignon, 5% Sangiovese e 5%Merlot (€30)
Vigna d’Alceo, Toscano IGT, 75% Cabernet Souvignon e 15% Petit Verdot (€80 / €90)
Os preços indicativos são de compra direta.
Terminamos o dia neste delicioso terraço com vista para os vinhedos e a cidade alta de Panzano, degustando um Sammarco 2005 e 2009. Foi um dia incrível! Sei que você deve estar aí se contorcendo de vontade de viver isso, achando que é algo impossível de acontecer, mas tenho uma boa notícia! A vinícola está aberta para receber visitantes! O tour leva cerca de uma hora e meia, feita em italiano, inglês ou alemão, e inclui visita aos vinhedos, cantina e degustação de 2 vinhos. É necessário contatar com antecedência por e-mail e combinar data e hora com a Valentina.

Castello dei Rampolla
Via Case Sparse 22  Loc. Santa Lucia in Faulle

50022 – Greve In Chianti (FI)
Tel.: +39 055 852001
castellodeirampolla.cast@tin.it
www.castellodeirampolla.it

Deixe seu comentário

6 comentários

  1. Anônimocomentou

    Lindo, emocionante. Parabéns pelo post, fotos e por praticamente nos transportar para essa região maravilhosa em cada detalhe.

  2. Anônimocomentou

    Uau! que demais!
    Qual é a época da vendemmia? Estou morando em Firenze e gostaria muito de programar esse passeio em algum momento. Quais são os passos?
    Obrigada!

  3. Oswaldo Mercuriocomentou

    Ola Baby tudo bem contigo…vendo seu blog relembrei do passeio que fizemos pela região da Toscana no final de março´2013,eu e minha esposa visitamos, Florença (Firenze), Siena, Ferrara, Montalcino e Montepulciano aonde degustamos dos melhores vinhos da região parabéns por todas as informações que você nos passa…..Abraços

    1. Oi, Oswaldo! Boa lembranças! Obrigada por deixar seu comentário! 😉 Abraços!