Lo Scoppio del Carro – Espetáculo de Páscoa em Florença

Florença possui diversas festas folclóricas ao longo do ano, e não poderia faltar uma especial para o domingo de Páscoa! Este foi o primeiro ano que assisti ao Lo Scoppio del Carro – a explosão da carruagem -, uma festa com quase um milênio de tradição! Já contei a história desta festa [aqui] no blog. Juntamente com a Cavalcata dei Magi (6 de Janeiro), estas são sem dúvida as festas mais bonitas de se ver! Neste artigo conto para vocês como este dia cheio de cerimônia se desenvolve e dicas para você aproveitar ao máximo o espetáculo!
 
lo-scoppio-del-carro_37

 
A festa, que tem como palco principal a Piazza Duomo, começa logo cedo em 3 lugares diferentes da cidade:
Da Porta al Prato, às 9:00, sai um cortejo (em vermelho no mapa) de dezenas de figurantes vestidos à moda renascentista, que acompanha o Brindellone, apelido dado à carruagem pela instabilidade dos seus cerca de 11 metros de altura. Ela é rebocada por 4 bois de raça Chianina decorados com guirlandas de flores. A atual carruagem é do ano de 1765, entalhada em madeira e decorada com o brasão da Família Pazzi, que por muitos século foi a organizadora do evento. [leia o artigo contando a história da festa para entender]

Do Palagio di Parte Guelfa, às 8:30, sai um segundo cortejo (em azul no mapa), com a banda e os sbandieratori (jogadores de bandeiras). Eles fazem uma parada na Piazza della Repubblica para fazer a apresentação das suas habilidades acrobáticas com as bandeiras de Florença. Após a apresentação eles aguardam o cortejo do Brindellone chegar para seguir em direção ao Duomo.

Também do Palagio de Parte Guelfa sai um terceiro cortejo (em verde no mapa) que faz um giro maior, passando pela Piazza della Signoria para depois encontrar novamente os sbandieratori na Piazza della Repubblica. Deste cortejo participam figurantes de nobreza fiorentina vestidos de época renascentista, os balestieri (balestra), um representante de cada time do calcio storico e porta bandeiras com os símbolos das Artes (sindicatos de época medieval).

O auge da festa acontece na Piazza del Duomo, onde o Brindellone é estacionado entre o Duomo e o Batistério. Isso ocorre por volta de 10 horas da manhã. Durante a hora seguinte a carruagem é preparada para o show pirotécnico e, enquanto isso, acontece a missa dentro do batistério. Esta é uma das poucas oportunidades de ver a Porta do Paraíso e o portal principal do Duomo abertos.

Às 11 horas acontece o momento mais esperado: o volo della colombina, a pomba de mentira que através de um fio voa do altar do Duomo em direção ao Brindellone e aciona os fogos. Na verdade haverá mais barulho, fumaça e fogos de efeito cascata do que verdadeiros fogos coloridos no céu.

Percurso dos três cortejos pela cidade
Dicas para acompanhar a Festa
Eu segui o cortejo que fez o caminho mais curto, dos sbandieratori+banda (azul). Na Praça da República tinham poucas pessoas e foi muito tranquilo acompanhar a apresentação do jogo das bandeiras.

Para ter uma vista do alto, garanta um espaço de pé em um dos bancos da praça ou na base da coluna da Fartura. Dali você terá uma visão perfeita da chegada do Brindellone através do arco da Piazza della Repubblica. Ele ficará parado no meio da praça aguardando a passagem do terceiro cortejo, momento perfeito para fotos e observar de perto cada detalhe desta majestosa obra!

Chegada do Brindellone à Piazza della Repubblica através da Via Strozzi

Antes que o terceiro cortejo termine de passar, corra em direção à Piazza Duomo para garantir um lugar mais próximo possível às grades que limitam o espaço reservado à todos os integrantes do cortejo.

Porta bandeiras das Artes, do terceiro cortejo.

A melhor posição para ficar é olhando o Duomo de frente no seu lado esquerdo, próximo às escadarias, pois é onde tem menor concentração de pessoas. Leve um pau-de-selfie ou outros acessórios que ajudem você a ter uma imagem de cima.

Últimas dicas: Atenção aos pertences. O acúmulo de pessoas é muito grande, pode ser um problema para claustrofóbicos. Não aconselho levar crianças de colo ou carrinhos de bebê.

Esse é o meu amigo Moreno que faz parte da banda que acompanha os Sbandieratori. Ele tem uma banca de gastronomia dentro do Mercado Central de San Lorenzo chamada Perini.

Deixe seu comentário

4 comentários

  1. Babi,
    Estou adorando o blog, este post em especial porque estávamos acompanhando o seu passo a passo no percurso da festa. Que beleza ver a cultura de outro país. Apesar de faltar um bom tempo ainda para viajarmos, estamos nos vivenciando um pouquinho do que é estar na Itália, em especial em Fiesole e Firenze. Obrigada por compartilhar conosco os seus momentos.
    Continue a postar …
    Abraços

  2. ilmacomentou

    Gostei de saber mais sobre essa tradiçao. Amo demais essa cidade.
    Grata

  3. Neri Becchi Dal Pracomentou

    Me piagge gli affari italiani