Viva Espanha – Hola Madrid!

No primeiro dia nos concentramos na área do Palácio Real. Tivemos sorte, pois quando deixamos Firenze o tempo por aqui mudou completamente para chuva enquanto em Madrid estava um dia maravilhoso de céu azul e frio! Perfetto!!! 😀 Em frente ao Palácio Real estava acontecendo uma comemoração com desfile de soldados e cavalos maravilhosos!

Catedral Nuestra Señora de la Almudena

Gastronomia
A hora do almoço se aproximava e já tínhamos uma meta: O Mercado de San Miguel. Genteeee, é um parque de diversões para os gulosos como nós!!! haha! Tinha muita opção e a vontade era de provar tudo, do salgado ao doce! Cada banca era especializada em um tipo de “tapa” (petisco), tinha castanhas, croquetas, azeitonas temperadas, frutos do mar fritos, jamón (presunto), queijos…. e cerveja San Miguel! No centro do mercado tinham à disposição mesas comuns à todas as bancas. Meio difícil de achar lugar pra sentar… O mercado é uma estrutura em ferro do início de 1900 inspirado no modelo parisiense, reformado em 2009, aberto das 10 da manhã à meia noite, de quinta à sábado até às duas da manhã. Super recomendo, parada obrigatória!

Mercado San Miguel

Compras
Seguimos nosso percurso em direção à Plaza Mayor, praça cheia de artistas de rua, e à Puerta del Sol, onde fica o paraíso das compras, a famosa loja do El Corte Inglés, em 4 diferentes edifícios! Seguimos pela Calle del Montera, cheia de lojas até chegar à Gran Via e descer em direção ao hotel, pois estávamos morrendo de frio!!! Fazia uns 6 graus e estávamos sem casaco. Uma coisa que me chamou muito atenção na Gran Via foi o grande numero de Teatros com espetáculos vários, musicais, dança, comédia…

Artistas de rua da Plaza Mayor

Vista Panorâmica
Após o pitstop no hotel, saímos em direção ao Parque de la Montaña, onde fica o Templo de Debod, o monumento mais antigo de Madrid! É um templo egípcio do século IV dedicado à Isis e Amón. Foi doado e transportado do Cairo à Madrid em 1968.  Eu devia ter intuído pelo nome do Parque que ele ficava no alto… foi uma puxada à pé! Realmente de lá se tem uma linda vista panorâmica da cidade! O parque é maravilhoso, com muitas árvores e pássaros, com gente fazendo esporte ou simplesmente sentados nos bancos para ler um livro… Teria ficado ali horas observando a vida passar, mas ainda queríamos visitar dois monumentos!

Parque de la Montaña

Arte
Um dos artistas mais famosos da Espanha é Goya (1746-1828), e eu descobri que a sua sepultura fica dentro da Igreja de San Antonio de la Florida que foi decorada por ele mesmo e considerada uma de suas obras primas. Olhando no mapa, parecia próximo, então resolvemos ir à pé, caminhando por dentro do parque. Na verdade era bem longe e tivemos que atravessar a linha do trem por uma passarela toda pichada. Deu medo nessa hora, pois estávamos numa área linda, e, por quanto deu para entender dos edifícios entorno, nobre e de repente estamos num lugar isolado e feio! Sabe aquela sensação de que você se encontra no lugar errado? Mas deu tudo certo e conseguimos encontrar a bendita igreja! A entrada é gratuita. Incrível o efeito ilusório criado por Goya nas figuras da cúpula que parecem realmente “cair” sobre as nossas testas!

Jardim Monumental
A coisa boa deste “erro” foi termos encontramos sem querer um lindo jardim de rosas, a Rosaleda de Madrid. Em uma área oval de 32 mil m² existem cerca de 20 mil rosas de 600 variedades. Foi criado em 1956 e a cada ano no mês de maio ocorre uma premiação. A entrada é gratuita e fica aberto o ano todo das 10 às 20 horas.

Rosaleda de Madrid

Visita Gratuita
Em fim, voltamos ao Palácio Real para visitar por dentro. Preferimos ir no fim de tarde quando já fosse escuro (o por-do-sol era por volta de 17:30) e poder aproveitar a luz do dia para visitar a cidade. Surpresinha boa, a entrada foi grátis! 🙂 Economizamos 10 euros por pessoa! Vale muito à pena a visita às salas maravilhosamente decoradas em estilo rococó. Uma das mais lindas era a sala Gasperini, uma das maiores do palácio, com 150 m², piso em mármore, paredes revestidas com seda e uma incrível decoração em estuco com tema chinês.

Curtindo solzinho de inverno no Palacio Real
Sala Gasperini do Palacio Real

Gastronomia Bis
Estávamos exaustos. Não sei como conseguimos caminhar tanto! Como nosso vôo tinha saído de Pisa às 7:30 da manhã, era desde às 4:00 que estávamos acordados! Não víamos a hora de chegar no hotel, maaaasss, no meio do caminho, um barzinho simpático nos chamou atenção e resolvemos parar para uma cervejinha, que no fim se evoluiu no nosso jantar. Somente agora tenho a noção da sorte que tivemos, pois não é fácil encontrar um local bom para comer em Madrid! E isto eu só iria entender nos próximos dias…

Las Tapas del Real

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.