A Lenda do “Gallo Nero” do Chianti

O selo do “Gallo Nero” (galo preto) é a marca que garante a qualidade e a proveniência dos vinhos denominados “Chianti Classico”. É uma marca tutelada pelo consorsio Vino Chianti Classico que tem por objetivo valorizar e proteger a origem deste vinho tao conhecido pelo mundo.

Em um fim de semana de passeio pela região do Chianti um senhor muito simpático dono de uma enoteca me contou a Lenda do “Gallo Nero” e como este se tornou o símbolo dos vinhos Chianti Classico:
Em época medieval, Firenze e Siena lutavam pelo posicionamento da fronteira entre seus territórios. Entre elas encontrava-se uma preciosa terra conhecida por região de Chianti. Cansados das batalhas sanguinárias, decidiram terminar este empasse com uma disputa muito peculiar. Um desafio entre somente dois cavaleiros, um de cada cidade. Ao nascer do sol, quando o galo cantasse, cada cavaleiro partiria de sua respectiva cidade em direção à cidade oposta. A fronteira seria determinada no exato ponto em que eles se encontrassem.
Os seneses (cidadãos de Siena) escolheram um galo branco e o “entupiram” de comida para que ao nascer do sol ele tivesse o canto mais forte. Os fiorentinos escolheram um galo preto e não lhe deram o que comer. No dia do desafio, o galo preto fiorentino começou a cantar antes mesmo do nascer do sol, de tanta fome que sentia. Enquanto isso o galo branco senese, satisfeitode tanta comida, ainda dormia com os anjos.
Assim, o cavaleiro fiorentino iniciou seu galope muito mais cedo que o cavaleiro senese que muito ainda teve que esperar até que seu galo cantasse! O resultado foi que os dois cavaleiros se encontraram há poucos quilômetros dos muros de Siena, e assim a República Fiorentina ganhou a região do Chianti!

Deixe seu comentário

1 comentário

  1. Vitória Gehlencomentou

    Boa história – o que não faz a fome!!!