10 Motivos para Visitar Florença

Forença é uma das principais cidades da Itália e sem dúvida deve estar no seu roteiro pelo país! Veja 10 motivos para visitar Florença ou mesmo voltar para ver aquilo que fugiu da sua primeira passagem pela cidade! 😉

1. Cidade Berço do Renascimento

O Renascimento nasceu aqui em Florença, em 1401, com o concurso para a Porta Norte do Batistério de Florença. Os primeiros artistas deste estilo nasceram ou viveram aqui: Alberti, Ghiberti, Masaccio, Donatello, Brunelleschi, Filippo Lippi… Florença era uma cidade rica financeiramente e culturalmente o que propiciou o desenvolvimento da arte entre os ateliers da cidade!

Palazzo Medici-Riccardi

2. Museu à Céu Aberto

Florença é conhecida por ser um “museu à céu aberto” , devido ao grande número de esculturas importantes que decoram as suas praças! Entre elas, a mais famosa e importante é a Piazza della Signoria, centro político da cidade, onde se reúnem mais de 20 esculturas de diferentes épocas e a maioria original! Perseus com a Cabeça de Medusa, Rapto das Sabinas, Fonte de Netuno, para citar algumas… Aqui ficava o original do David de Michelangelo, hoje conservado na Galleria dell’Accademia e substituido por uma cópia.

Loggia dei Lanzi, Piazza della Signoria, Florença

3. O Museu Mais visitado da Itália

A Galleria degli Uffizi é o museu mais visitado da Itália, com mais de 2,3 milhões de visitas ao ano! O museu contém obras dos principais mestres do Renascimento, como Leonardo da Vinci, Michelangelo, Botticelli, Rafael, além de Giotto e Caravaggio que pertencem à outros períodos. Aqui fica exposto o  único quadro de Michelangelo e o maior núcleo de obras de Botticelli!

Galleria degli Uffizi – Sala de Tiziano

4. Maior Núcleo de Obras do Michelangelo

Michelangelo Buonarroti nasceu próximo à Florença, em Caprese e viveu grande parte da sua infância e juventude em Florença, durante os anos que se formava para ser um dos grandes mestres do Renascimento. Durante a sua vida viveu entre Florença e Roma, o que propiciou à Florença abrigar um grande número de obras de várias fases da sua produção artística. São mais de 20 obras espalhadas entre museus e igrejas de Florença!

David de Michelangelo

5. Dez Jardins Monumentais alla Italiana

Os jardins Renascentistas ou “alla Italiana” são feitos com desenhos geométricos e decorados com esculturas, lagos e grutas artificiais, jogos de água, túneis verdes… são lugares que mexem com a nossa imaginação e nos transportam para outras épocas! Em Florença existem 10 jardins monumentais, como o  Jardim de Boboli, dois jardins privados como o Jardim Corsini, e dois grandes Parques, como o Le Cascine. Não faltam áreas verdes a serem visitadas!

Jardins de Boboli, Palazzo Pitti, Florença

6. Festas e Desfiles Tradicionais Históricos

Ao longo do ano são diversas as datas de festas históricas da tradição fiorentina que animam as ruas e praças da cidade! São festas de temas religiosos ou do folclore local, onde é possível ver os sbandieratori se apresentarem com os jogos de bandeiras, desfiles de figurantes vestidos à moda renascentista ou show de fogos de artifício. Veja neste artigo todas as datas imperdíveis para estar em Florença!

Festa de San Giovanni, 24 de Junho.

7. Oltrarno – o Bairro mais Cool do Planeta

O bairro de San Frediano, no Oltrarno, foi escolhido pelo guia Lonely Planet o bairro mais cool do planeta! Eu mostro frequentemente este bairro nos stories do Instagram, pois o Oltrarno é um lugar que ainda mantém viva a vida local fiorentina no centro histórico, com seu rico comércio local de artesanato, arte, antiquariados, roupas e jóias de produção própria… Um bairro a ser explorado sem pressa!

 

8. Mais de 53 Museus

Se você visitar um museu por semana, precisa de mais de um ano para ver todos os museus de Florença! Os mais conhecidos (e concorridos), sem dúvida são a Galleria degli Uffizi e a Galleria dell’Accademia, mas igualmente importante é visitar seus palácios Palazzo Pitti e Palazzo Vecchio, ou o Museu do Duomo! Também temos museus de temas alternativos à arte, como o Museu de História Natural La Specola ou o museu de armas de guerra Museo Stibert, e o museu de ciências de Galileo Galilei.

Sala dei Tondi, Palazzo Pitti, Florença

9. A Maior Cúpula do Mundo

Faz mais de 550 anos que a Cúpula do Duomo de Florença foi construída e continua sendo até hoje a maior cúpula em alvenaria do mundo! Ela foi construída pelo Filippo Brunelleschi ao longo de 16 anos e possui 55 metros de diâmetro e 116 metros de altura! Quem aí tem coragem de subir seus 365 degraus?! A vista lá de cima vale a pena!!!

Cupula de Brunelleschi, Duomo de Florença

10. A Capital da Toscana

Florença é a capital da Região Toscana. A Itália é dividida em 20 “Regioni”, que correspondem aos Estados do Brasil, e cada Regione tem a sua capital. Por ser Florença a capital da Toscana, é uma cidade ideal para se ter como cidade base para fazer passeios bate-e-volta por outras cidades da Região, como por exemplo Pisa, Siena, Lucca, Cortona, San Gimignano, Arezzo, entre outras!

Ponte Vecchio, Florença

Florença é uma cidade extremamamente rica de história, arte, cultura e tradição, mas seu centro histórico não é muito grande. Todos os principais pontos de interesse ficam a pouca distância a pé um do outro. Talvez por tal motivo acredita-se que um dia seja sufuciente para conhecer Florença, mas muitas vezes não basta nem uma vida!!! 😀

Espero com este artigo ter te dado motivos para dedicar mais tempo do seu roteiro pela Itália para  conhecer de verdade Florença! Caso queira enriquecer a sua visita com mais informação, será um prazer te receber durante a sua visita à cidade e te levar em uma viagem cultural e histórica pelas suas ruas e praças! Para orçamento e disponibilidade dos passeios turísticos privados, por favor entre em contato por email aqui! Estou esperando por você!

Deixe seu comentário