10 Itens Indispensáveis para Sobreviver ao Inverno Italiano

Da cidade mais ao norte da Itália, Vetta d’Italia, até aquela mais ao sul, a Ilha de Lampedusa, são 1.291 Km de distância e mais de 8 tipos de clima: do subtropical ao glacial. A média mais baixa de temperatura é registrada ao norte (-3°C/3°C), na região dos alpes e planície padana, enquanto que a média mais alta do inverno se registra no litoral sul (8°C/10°C). Neva na região dos Alpes (fronteira norte da Itália com outros países da Europa) e nos Apeninos (uma cadeia de montanhas que se estende de norte a sul numa faixa central da bota). Dependendo do destino da sua viagem, você vai precisar de mais ou menos camadas de roupa! 😀 Veja como sobreviver ao frio italiano!

 

Monteriggioni
Monteriggioni

1. Cachecol e Luvas

Independente do material, o importante é o cachecol ser largo e comprido para dar ao menos duas voltas  e proteger bem o pescoço. Já o material das luvas influem bastante na prática e conforto. Na minha opinião, os que menos funcionam são as de lã, pois deixam passar todo o frio! As de couro não deixam passar o vento, mas não esquentam, então escolha a opção forrada. As minhas preferidas são as de microfibra, pois esquentam, não deixam passar o vento e são bem maleáveis! Para os climas mais frios, o ideal é a luva sem a divisão dos dedos.

cachecol

2. Casaco

Vamos pensar mais na praticidade que na beleza, pois a escolha do casaco ideal vai influenciar muito no teu conforto durante os passeios que em grande parte acontecem ao aberto. Casacos de couro e jeans só servem para meia estação (outono e primavera), no inverno você precisa de algo mais potente! Na minha opinião a melhor escolha são os “piumino“, casacos feitos com tecido super leve e semi-impermeáveis, revestidos de plumas naturais (à partir de 250 euros) ou sintéticas (á partir de 50 euros), que conseguem te manter aquecido e proteger da chuva. Além disso, são extremamente confortáveis (não pesam como os casacos de lã), e quando enrolados, perdem grande parte do volume, ótimo para levar na mala! Na Itália você encontra praticamente em qualquer loja, das mais populares Zara, H&M, Benetton, até as super marcas Colmar, Moncler e Duvetica.

babi-e-lua-em-ferrara
Em Ferrara com a Lua no meu restaurante preferido: Il Mandolino!

3. Gorro e Chapéu

Eu particularmente sinto muito frio na cabeça e protegê-la do vento frio é indispensável para não ganhar uma dor-de-cabeça! Sempre tenho um gorro básico de lã na bolsa. Mas quando quero um look mais elegante, prefiro os chapéus de feltro ou cashmere.

Coisa mais quentinha!!!
Coisa mais quentinha!!!

4. Hidratante e Base

Vento e banhos muito quentes ressecam a pele do corpo e, principalmente, do rosto e mãos que são as partes mais exposta ao frio! Eu apostaria em comprar hidratantes aqui na Europa, pois eles possuem fórmulas especiais para o clima muito frio! Mulheres, base não serve somente para beleza, mas elas também protegem seu rosto do vento e consequentemente da desidratação. Idem para o batom!

cremes-para-maos
Eu sou uma maníaca por cremes de mãos! Tenho praticamente uma em cada bolsa e em cada canto da casa! O melhor para o inverno é o Neutrogena de dia e o da Mary Kay para passar antes de dormir.

5. Roupas térmicas

Uma boa dica para ficar quentinha sem precisar de roupas muito volumosas é a segunda pele. Camisetas e calças de cores básicas bem justinhas ao corpo, feitas de materiais especiais que ajudam a manter a sua temperatura. Na Itália você encontra na Tezenis, Intimissimi e Decathlon. Uma outra marca muito boa é a Uniqlo, mas você só encontra fora da Itália ou comprando pela internet.

6. Botas e Sapatos

Quando for comprar o sapato da viagem, escolha aquele com solado alto e não inteiramente liso, pois isso ajuda muito a isolar do chão frio. Melhor os solados de borracha, anti-derrapante. Pode ser difícil achar no Brasil, então eu te aconselho deixar para comprar ao menos um par aqui na Europa. Entre as marcas italianas, aconselho a Geox e a Nero Giardini. Uma loja com boa relação qualidade/preço é a Prima Donna que tem linha couro verdadeiro e ecológico.

sapato-de-inverno

7. Palmilha de lã e Meias

Se você for do time que sofre demais com frio no pé (que nem eu), então anote aí umas dicas extras! As palmilhas de lã são deliciosas para esquentar o pé, mas considere que provavelmente terá que escolher um número maior de sapato. Escolhendo a meia certa, o seu pé fica mais quentinho: prefira as que tenham na composição lã ou cashmere e que subam até abaixo do joelho.

palmilha de lã vendida no mercadinho de Natal da Santa Croce.
palmilha de lã vendida no mercadinho de Natal da Santa Croce.

8. Bebidas quentes

Entre um monumento e outro, cai bem a parada em uma cafeteria para uma bebida quente! Chá, café, chocolate e até mesmo um vin brulè (vinho quente)! Esta última tem propriedades que ajudam a combater o resfriado!

cafe-da-manha-2

9. Meia Calça

Nem sempre uso calça no inverno… Como aqui são praticamente 5 meses de frio, chega uma hora que a gente não aguenta mais usar calça e o vestido com meia-calça é uma ótima opção! Na loja Calzedonia você vai encontrar uma escolha incrível de modelos, cores e materiais! As opções ideais para o inverno são as de lã e cashmere. Usando com bota de cano alto, e um casaco comprido, você estará bem protegida do frio!

procacci-01

10. Colete

É uma ótima opção para o esporte! O casaco atrapalha e esquenta demais, então uma boa alternativa é usar um casaco de micropile e o colete de “piumino” por cima. A Decathon tem diversas opções. Também gosto de usar malha de lã e colete de piumino em dias ensolarados de inverno quando sei que vou ficar no sol!

babi-e-lua-sol-de-inverno

Uma última dica! Ao contrário do que poderíamos pensar, quando você ver pela janela dias lindos de sol e céu azul, pode contar que o clima está super frio! Em vez, quando chove, a temperatura é mais alta! Então, não se deixe enganar pelas aparências e confira sempre o site Il Meteo.

Deixe seu comentário

19 comentários

  1. Luisa Maria Fernandescomentou

    Obrigada Babi pelas dicas para o inverno. Achei ótimas e realmente muito úteis. Eu desconhecia as palmilhas de lã. Da próxima vez irei comprá-las!!! Um beijo!!!

    1. Oi, Luisa! Elas ajudam bastante!!! 🙂 Bjos, legal saber que está acompanhando o Viva Toscana! <3

  2. Hamiltoncomentou

    Para não passar frio:
    Meia de lã
    Ceroula (pode ser de algodão)
    Segunda pele
    Fleece , indispensável e não foi mencionado aqui no blog. E é muito importante.
    Casaco pena de ganso.
    Touca, cachecol e luvas (não pode ser de lã).
    Volto a dizer, não adianta nada usar tudo isso sem um bom fleece.

    1. Oi, Hamilton! Ótimo resumo do artigo! 🙂 Só para esclarecer ao leitor, o Fleece é o casaco de micropile que falei no último item. Na maior parte da Itália não é necessário usar todas estas camadas, enquanto que na parte dos alpes, sim, com certeza! E o ideal é que o casaco seja pluma de ganso/pato (não pena), pois é mais leve, é a parte que de fato esquenta e impermeável. Na verdade o ideal mesmo é ser de material sintético, pois ainda não há normativas de controle de extração ou a obrigação de informar a origem das penas/plumas que protejam os animais e o consumidor. Então eu prefiro a versão sintética que esquenta igual. Abraços e obrigada pela visita e comentário!

  3. Elenice Zagocomentou

    Adorei as dicas, sempre temos dúvidas na hora de fazer a mala. Ainda mais quando aqui está calor. Não é fácil preparar mala para esse frio que não temos aqui. Abração

    1. Oi, Elenice! Verdade mesmo! Fazer mala para inverno passando calor não é fácil! 😀 😀 Obrigada pela visita e pelo comentário! 😉 Bjos e boa viagem!

  4. Solange Oliveiracomentou

    Desejo receber e-mail com dicas da marca.

  5. VALDETE COELHO DA CRUZ KAWANOcomentou

    Agradeço muito a sua delicadeza de compartilhar essas informações! Esto indo à Itália dia 28/01 e estou me baseando no seu blog para esclarecimentos.! Obrigada!
    Valdete
    Curitiba, PR

    1. Oi, Valdete! Que legal! Fico feliz em saber que o Viva Toscana está sendo útil para organizar a sua viagem! 🙂 Abraços e obrigada por deixar seu comentário!

  6. Vitorina de Fatima Codocomentou

    Gostei muito das dicas para suportar o inverno na Itália, são duas valiosas e se seguirmos ao pé da letra estaremos bem.

    1. Oi, Vitorina! O inverno por aqui está sendo rigoroso de verdade! Há muito tempo que não fazia tanto frio! Seguindo as dicas estarão bem! 😉 Abraços e obrigada pela visita e comentário!

  7. Stela Severgninicomentou

    Amei as dicas. Manda sempre!!
    Bjs

  8. Gustavo Woltmanncomentou

    Para a gente que mora em um país tropical, essas dicas valem ouro, afinal não é fácil suportar o inverno na Europa sem roupas adequadas.

  9. Joana Verissimocomentou

    Amei a dica das meias calça!!!!!…………Grazie!!

  10. Jaquelinecomentou

    Muito obrigada pelas preciosas dicas. Sou totalmente leiga no assunto pois até hoje só morei em lugares quentes (RJ e MS), agora me sinto mais preparada para um futuro passeio na Itália. ;D

  11. Daniellecomentou

    Oi Babi,

    Pretendo conhecer parte central e norte da Itália (ainda estudando o roteiro)…Gostaria de sua ajuda, estamos em 6, eu e meu esposo, duas filhas 10 e 14 anos e meus sogros.
    Queremos alugar uma casa até R$ 300,00 a diária, será que consigo?
    Meus sogros e esposo já conhecem boa parte da Itália eles e minhas filhas já tem cidadania italiana, eu entrarei com a minha em breve!
    Estamos pensando em ficarmos entre 15 ou 20 dias…Vc pode me ajudar?

    1. Olá, Danielle! Os valores das diária variam muito de acordo com cada cidade e endereço. Te aconselho usar o Booking.com (janela aqui ao lado) e colocar nos filtros de pesquisa o seu budget de diária. Abraços! Boa viagem!

  12. Reginacomentou

    Oi! Adorei tuas dicas! Práticas e certeiras!

  13. Oi, Babi , estou indo na 2a quinzena de outubro para Florença, Veneza Roma e Milão.Gostaria de dicas sobre que roupa levar . Pois só tenho direito a uma mala 25k. Irei passar 10 dias .