Certaldo – A cidade que inspirou o poeta Boccaccio

Conheci Certaldo no verão de 2013, quando pude finalmente participar de uma grande festa conhecida por ser o maior teatro de rua da Itália, a Mercantia. Depois disto, voltei várias vezes à Certaldo que fica somente à 53 Km de distância de Firenze. Me apaixonei por esta cidadezinha medieval que ocupa o topo de uma colina, oferecendo uma linda vista panorâmica para o Valdelsa!

A cidade de Certaldo se divide em cidade alta, a mais antiga, e a cidade baixa, menos antiga (porque não  dá pra para dizer a palavra “nova” na Itália…rs). Não é possível chegar muito próximo com o carro, então o ideal é estacioná-lo próximo da Piazza Boccaccio na parte baixa e subir a colina com o funicular.
A ocupação desta colina provavelmente é muito antiga, pois foram encontrados restos de ocupação etrusca, o que nos leva à séculos antes de Cristo. Mas Certaldo se colocou no mapa somente em meados do século XII, quando o Imperador do Sacro Romano Impero Germano cedeu aos Conti Alberti, uma rica família feudal, a colina e as terras ao seu redor.

Os Alberti construíram a sua residência sob o ponto mais alto da colina e os muros ao redor para proteger-se de um possível ataque de Firenze que naquele momento queria expandir seu território e poder. De nada adiantou e no fim do mesmo século, Certaldo cai sobre o domínio da potente Florença.
O então Castelo dos Alberti vira o Palazzo Pretorio, sede do vicário, um representante da República Fiorentina que tinha poder político, administrativo e judiciário sobre toda a Valdelsa, o território do vale do Rio Elsa. Os vários brasões que vemos sobre a fachada do palácio são dos diversos vicários que ali residiram, ao todo foram 707! Estes são feitos em mármore, pedra serena ou cerâmica esmaltada. Na parede da loggia e dentro da corte interna estão presentes outros brasões em afresco que cobre as paredes e teto.
Detalhe da fachada do Palazzo Pretorio com obras em cerâmica esmaltada dos della Robbia e Buglioni
Paredes e teto da corte interna decoradas. fonte: comune.certaldo.fi.it
Vale a pena visitar o palácio e ver a sala da audiência, os aposentos do vicário e capela decorados com afrescos de Pier Francesco Fiorentino. Também é possível ver as prisões. Outra curiosidade das celas são os muros repletos de desenhos e escritas. Os dias eram contados não com as tradicionais linhas verticais, mas com as raios ao redor de um sol com olhos, nariz e boca, mostrando a falta da luz natural.
A rua principal de Certaldo é a Via Boccaccio, que cruza a cidade do Palazzo Pretorio até a Porta Alberti, principal ingresso à cidade. A rua leva o nome de um de seu morador mais famoso: Giovanni Boccaccio, escritor e poeta do século XIV, conhecido pela sua obra o Decameron, que no século XVI entrou para a lista dos livros proibidos pela igreja católica. Junto de Dante, Boccaccio foi um dos primeiros escritores em “italiano vulgar”, que deu origem à língua italiana como a conhecemos hoje. A cidade dedicou ao grande escritor um museu, a Casa Boccaccio, localizado em uma das casas-torres da cidade.
Via Boccaccio vista do Palazzo Pretorio
Como não poderia faltar, Certaldo tem a sua especialidade gastronômica: la cipolla di certaldo! Sim, é uma cebola, mesmo, rs, mas esta é uma cebola particular e tão importante para a história da cidade, que ela foi citada na obra de Boccaccio e está presente no brasão da cidade! Na verdade a cebola de Certaldo tem duas tipologias ligadas à estação do ano. A cebola Statina encontramos no verão, cor roxo claro, sucosa e levemente doce, e a cebola Vernina, colhida no outono, vermelha intensa e sabor picante. Com ela se faz uma deliciosa mostarda para comer com queijo, sopas e ensopados de carne. Ela está presente nos cardápios dos restaurantes da cidade, então, não deixe de provar!!!
Durante o ano, são três os grandes eventos organizados em Certaldo durante os meses quentes: 
Em dois sábados do mês de Junho acontece a Cena da Messer Boccaccio, um verdadeiro jantar medieval, com menu típico, servido ao longo da Via Boccaccio em uma grande mesa posta com pratos de cerâmica e talheres de madeira, servido por personagens em vestes medievais.
fonte: paesionline.it
O mais conhecido deles é o que eu citei no início do artigo, a Mercantia. São cinco noites do mês de Julho com teatro de rua, espetáculo, música, malabarismo, mercado gastronômico e artesanato de alta qualidade. Eu já fui e conto tudo neste artigo: “Certaldo e o Fantástico mundo de Mercantia”
fonte: mercantiacertaldo.it
Em Setembro tem a Boccaccesca, uma feira enogastronomica com produtos típicos, degustações, música e espetáculo. Essa eu ainda preciso participar! Já está anotado na minha agenda deste ano!
fonte: boccaccesca.it
É mesmo apaixonante Certaldo, não?! 🙂

Deixe uma resposta para Renato Sens Cancelar

5 comentários

  1. Anônimocomentou

    Show! Seguirei as dicas!

  2. ilmacomentou

    Adorei! Tentarei conhece-la. Grazie

  3. Eduardocomentou

    Olha acabei de chegar nesse cantinho do mundo.. A primeira impressão foi muito boa.. De lugar bem tranquilo e tradicional. Agora quero conhecer o que vc indicou. Muito interessante.. E claro a comida italiana.. Um abraço

  4. Renato Senscomentou

    Olá. gostei muito dos comentários. tentaremos conhecer e desfrutar de Certaldo em nossa próxima visita a toscana.

    1. Oi, Renato! Que legal poder apresentar uma nova cidade para você! 🙂 Certaldo é bem bacana e foge do roteiro tradicional!
      Abraços e obrigada pela visita! 🙂